Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19243
Tipo do documento: Dissertação
Título: As relações entre história e ficção no romance Agosto, de Rubem Fonseca
Autor: Keler, Adriana
Primeiro orientador: Pereira, Helena Bonito Couto
Primeiro membro da banca: Mattos, Cristine Fickelscherer de
Segundo membro da banca: Iannace, Ricardo
Resumo: Esse trabalho tem como objeto de estudo o romance Agosto, de Rubem Fonseca, publicado em 1990. Autor de vários romances policiais, Rubem Fonseca usou a história como elemento para compor a trama de Agosto. O período escolhido, agosto de 1954, fim da era Vargas, foi um dos momentos mais dramáticos da história do país e provou ser matéria valiosa a ser explorada pela ficção. Nosso estudo concentra-se na identificação do que é histórico e do que é ficcional e como estas duas vertentes se entrelaçam dentro da narrativa. Para isso, consultamos obras da historiografia do período, como a de Thomas Skidmore. As relações entre os acontecimentos históricos e a trajetória dos personagens ficcionais é examinada de modo a determinar o papel exercido pela história dentro do romance e situar o Agosto em relação às obras e tendências mais relevantes na evolução do romance histórico. Empregaremos como base teórica para nossa análise os estudos relativos ao papel da história na literatura realizados por György Lukács, Marilene Weinhardt e Linda Hutcheon, entre outros. Além da análise de Agosto como romance histórico, também fazem parte deste estudo considerações sobre a obra como romance policial.
Abstract: By the end of the 20th Century, historical fiction had an increase of number of books and a different approach by the authors which led to an enrichment and diversity of the genre. This work studies the novel Crimes of August, by Rubem Fonseca, published in 1990. The narrative brings side by side the events of a tragic moment of Brazilian History and an investigation of a murder in Rio de Janeiro. It is, at the same time, a thriller and a historical fiction. On August 24th, 1954, the president of Brazil, Getúlio Vargas, accused of being responsible for the attempted assassination of his political opponent, the journalist Carlos Lacerda, committed suicide. During the investigation of a murder, the police officer will connect history and fiction when he includes a security guard of the president among the suspects. This work focuses in studying how historical and fictional events are related in the novel, in order to study Crimes of August as historical fiction.
Palavras-chave: Agosto;  Rubem Fonseca;  romance histórico;  Getúlio Vargas;  romance policial
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: Keler, Adriana. As relações entre história e ficção no romance Agosto, de Rubem Fonseca. 2019. 96 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3861
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19243
Data de defesa: 7-Fev-2019
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3861/5/Adriana%20Keler.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons