Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19216
Tipo do documento: Dissertação
Título: Batman vs Capitão América: os heróis norte-americanos por uma perspectiva cultural, discursiva e identitária
Autor: Pizzolato, Juliana Escames
Primeiro orientador: Hanna, Vera Lucia Harabagi
Primeiro membro da banca: Trevisan, Ana Lúcia
Segundo membro da banca: Philippov, Renata
Resumo: A presente pesquisa propõe estudar dois super-heróis das histórias em quadrinhos norte-americanas, Batman e Capitão América, em um viés identitário, discursivo e cultural, partindo de uma breve retrospectiva acerca de suas origens (e editoras). Como objeto de pesquisa foi selecionada a história em quadrinhos (comics) Marvel vs DC (edição nº3), de 1996 – no Brasil publicada como Marvel vs DC: o Conflito do Século – que narra uma batalha entre ambos os super-heróis. A fim de analisar a razão da vitória do morcego em relação ao soldado patriota, fruto de uma votação online e cédula de papel nos EUA, optou-se por estudar, em recortes, a sociedade norte-americana entre a década de 1930 e 1990 para que pudesse ser observada a evolução dos super-heróis diante das transformações sociais que aconteceram no país (e no mundo). Sabe-se que foi a partir da década de 1930 que as HQs de super-heróis foram criadas no intuito de entreter a população que ansiava por esperança logo após a Queda da Bolsa de Nova York em 1929. Anos mais tarde, Batman e Capitão América eram lançados com propósitos diferentes: o primeiro enaltecendo uma imagem de um indivíduo capaz de tornar-se um super-herói com a persistência e inteligência para salvar a sua cidade; o outro um soldado patriota que vestia a bandeira azul-vermelha-branca para combater o nazismo no auge da Segunda Guerra Mundial. Partindo das teorias dos Estudos Americanos com Horwitz (2001), Winfried (2007; 2011), Baker (2004), e dos Estudos Culturais com Hall (2001; 2006; 2015), Bauman (2005) e Silva (2014) pretende-se complementar a dissertação com aspectos relacionados à identidade dos super-heróis e a influência cultural da América.
Abstract: This research aims to study two superheroes of American comics, Batman and Captain America, through a cultural, discursive and identity bias, starting from a brief retrospective about their origens (and publishers). As a research object the comic Marvel vs DC (issue nº3), 1996, was selected – in Brazil it was published as Marvel vs. DC: o Conflito do Século – which narrates a battle between the two superheroes. To analyze the reason of the bat’s victory over the patriot soldier by means of an online voting and paper ballot in the USA, it was chosen to study, in clippings, the American society between the decades of 1930 and 1990 in order to observe the superheroes' evolution in face of the social transformations that took place in the country (and in the world). It was in the 1930s that superhero comics were created to entertain the population that yearned for hope shortly after the Stock Market Crash of 1929 in New York. Years later, Batman and Captain America were launched with different purposes: one extolling an image of an individual capable of becoming a superhero with the persistence and intelligence to save his city; the other a patriotic soldier wearing the red-white-white flag to fight Nazism in World War II. Starting from the American Studies’ theory with Horwitz (2001), Winfried (2007; 2011), Baker (2004), and the Cultural Studies' theory with Hall (2001; 2006; 2015), Bauman (2005) and Silva (2014) it is intended to complement the dissertation with related issues regarding the identity of superheroes and the cultural influence of America.
Palavras-chave: super-heróis;  discurso;  identidade;  cultura
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Letras
Citação: PIZZOLATO, Juliana Escames. Batman vs Capitão América: os heróis norte-americanos por uma perspectiva cultural, discursiva e identitária. 2017. 147 f. Dissertação( Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3281
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19216
Data de defesa: 9-Jun-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3281/5/Juliana%20Escames%20Pizzolato.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons