Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19155
Tipo do documento: Dissertação
Título: Netflix e a estética do banco de dados
Autor: Prates, Helena Zanella
Primeiro orientador: Almeida, Jane Mary Pereira de
Primeiro membro da banca: Eliseo, Maria Amélia
Segundo membro da banca: Suppia, Alfredo Luiz Paes de Oliveira
Resumo: A convergência da internet com a televisão faz surgir uma “nova mídia”, que tem sido chamada de “Internet TV” (HUNT, URIBE, 2015) ou “TV Conectada” (BRENNAN, 2013), a presente pesquisa pretende avaliar se tal convergência está também ocorrendo em relação às linguagens desses meios. Além de apresentar um debate sobre a convergência dos meios, também reflete sobre uma linguagem dos Bancos de Dados a partir de autores como Lev Manovich, Victoria Vesna, Christiane Paul, Sharon Daniel, entre outros, para analisar a produção de filmes e séries do serviço de streaming de vídeo Netflix, principal representante dessa “nova mídia”. A partir desse conteúdo, a presente dissertação procura observar a convergência de linguagens demonstrando as modificações recentes da plataforma de distribuição audiovisual em relação ao grau de convergência entre os filmes e séries e as possibilidades técnicas e estéticas provenientes do formato de bancos de dados, apresentando duas possíveis novas linguagens de produção audiovisual: linguagem interativa e linguagem algorítmica.
Abstract: The convergence of the Internet with television brings about a “new media”, which has been called “Internet TV” (HUNT, URIBE, 2015) or “Connected TV” (BRENNAN, 2013), the present research intends to evaluate if such convergence would also occur in relation to the languages of these media. After a debate on the convergence of media, this dissertation reflects on the language of Databases from authors such as Lev Manovich, Victoria Vesna, Christiane Paul, Sharon Daniel, among others, to analyze the film production of the service streaming video Netflix, the main representative of this “new media”. From this content, the current research tries to observe the convergence of languages demonstrating the recent changes of the film and series provider in relation to the degree of convergence between the films and series and the technical and aesthetic possibilities coming from the format of databases.
Palavras-chave: estética do banco de dados;  Internet TV;  TV conectada;  convergência;  novas mídias;  Internet;  Netflix;  audiovisual
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: PRATES, Helena Zanella. Netflix e a estética do banco de dados. 2017. [108 f.]. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3460
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19155
Data de defesa: 8-Dez-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3460/5/Helena%20Zanella%20Prates.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons