Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18912
Tipo do documento: Dissertação
Título: Atitudes de mulheres com relação ao teto de vidro: um estudo em empresas do setor de tecnologia de informação e comunicação
Autor: Cardoso, Andreia
Primeiro orientador: Hanashiro, Darcy Mitiko Mori
Primeiro membro da banca: Teixeira, Maria Luisa Mendes
Segundo membro da banca: Carvalho Neto, Antonio Moreira de
Resumo: O setor de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) é um setor composto, em sua maioria, por homens, fato que decorre da baixa proporção de mulheres em cursos de graduação nas áreas de Ciências Exatas. Diante desse cenário, questiona-se se as mulheres encontram mais barreiras para ascender na carreira profissional na área de TIC. O teto de vidro é definido como uma barreira transparente e forte que impede a ascensão das mulheres nas organizações. Os estudos relacionados à ascensão na carreira das mulheres nas organizações abordam, em sua maioria, as suas percepções com relação às principais barreiras que compõem o teto de vidro, como o preconceito, a discriminação, o estereótipo, a capacidade de liderança feminina, o conflito entre trabalho e família, e a questão da maternidade. Em um levantamento realizado na literatura, não foram encontrados estudos sobre as atitudes das mulheres em relação ao teto de vidro na área de Tecnologia de Informação e Comunicação, fato que estimulou a elaboração do seguinte problema de pesquisa: qual a relação entre a convivência acadêmica e profissional das mulheres em ambientes com predominância masculina, e as suas atitudes com relação ao teto de vidro? A convivência em ambientes com predominância masculina foi analisada diante das seguintes variáveis de contexto: atuação em área de TIC, composição do grupo de trabalho majoritariamente masculino, e área de formação acadêmica em Ciências Exatas e Engenharia. Foi realizada uma pesquisa de orientação quantitativa, com a aplicação do questionário Career Pathways Survey (CPS), com mulheres em todas as funções e níveis hierárquicos, que atuam em duas empresas multinacionais da área de Tecnologia de Informação e Comunicação no Brasil. Ao verificar os resultados da pesquisa, ao contrário do que foi levantado pelo referencial teórico, não foram encontradas relações entre a convivência em ambientes predominantemente masculinos e suas atitudes com relação ao teto de vidro. Contudo, foi identificado que as mulheres apresentam atitudes mais favoráveis à busca de ascensão na carreira, ou seja, mesmo convivendo em ambientes predominantemente masculinos elas não deixam de buscar promoções e ascensão profissional.
Abstract: The Information and Communication Technology (ICT) sector is an environment hegemonically male and reflects the low proportion of women in undergraduate courses in the areas as Engineering, Computer and Technology. In this scenario, the question is whether women find more barriers to career advancement in the ICT sector. The glass ceiling is defined as a transparent and strong barrier that could prevent woman to ascend position in organizations. The researches related woman career advancement in organizations mostly address their perceptions regarding the main barriers they face due to the glass ceiling, such as prejudice, discrimination, stereotype, female leadership, conflict between career, family, and motherhood. In a search in the literature, no studies were found related to the woman attitudes toward the glass ceiling in ICT section, which stimulated the development of the following research problem: What is the relationship between the constant coexistence in academic and professional of women in male-dominated environment and their attitudes towards glass ceiling? The leaving in environments with male predominance was analyzed considering the following context variables: working in ICT area, male predominant working group composition, and under graduation in Engineering, Computer, and Technology areas. A quantitative research was carried out with the application of the Career Pathways Survey (CPS) questionnaire to women in all functions and hierarchical levels, who work in two multinational companies from ICT sector in Brazil. The research results showed that on the contrary to what was raised by the theories, no relations were found between the coexistence in predominantly male environments and woman attitudes towards the glass ceiling. However, it has been identified that women tend to have more favorable attitudes in pursuing promotion. In other words, even living in predominantly male environments, they still look for stop for climbing up the ladder toward promotion and professional ascension.
Palavras-chave: teto de vidro;  setor de TIC;  carreira das mulheres;  career pathways survey
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: CARDOSO, Andreia. Atitudes de mulheres com relação ao teto de vidro: um estudo em empresas do setor de tecnologia de informação e comunicação. 2017. 121 f. Dissertação (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3627
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18912
Data de defesa: 24-Ago-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3627/5/ANDREIA%20CARDOSO.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons