Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18888
Tipo do documento: Dissertação
Título: Colaboração, interação e poder: um estudo da aprendizagem no local de trabalho à luz da análise do discurso
Autor: Dalpino, Marcelo Romeu
Primeiro orientador: Bido, Diógenes de Souza
Primeiro coorientador: Bastos, Neusa Maria Oliveira Barbosa
Primeiro membro da banca: Ferreira, Jorge Flavio
Segundo membro da banca: Lima, Manolita Correia
Resumo: A atual condição pós-moderna revalorizou as capacidades dos indivíduos para atuarem coletivamente na sociedade. As organizações demandam cada vez mais dos trabalhadores a aprendizagem rápida no ambiente de trabalho. Esse contexto motiva os indivíduos a buscarem formas distintas para a resolução de problemas e execução de tarefas novas, levando-os assim a aprenderem por meio da interação e colaboração no local de trabalho. Esta pesquisa qualitativa, apoiada numa postura epistemológica interpretativa, buscou compreender o processo de aprendizagem por meio da interação entre sujeitos no local de trabalho e suas relações de poder durante a aprendizagem colaborativa à luz da Análise do Discurso. Mais especificamente, os objetivos específicos foram: (a) captar as práticas discursivas dos sujeitos em seu local de trabalho a fim de entender como as aprendizagens ocorrem na interação entre eles; (b) observar as interações entre os pares e interpretar as aprendizagens geradas a partir do discurso; e (c) compreender as relações de poder que ocorrem durante a aprendizagem informal e colaborativa. O referencial teórico articula a literatura sobre Aprendizagem Social de Elkjær (2001, 2003, 2004, 2008), Aprendizagem no Local de Trabalho de Marsick e Watkins (1999), Lave e Wenger (2005), Aprendizagem Colaborativa e Interação de Dillenbourg (1995, 1995, 1999) e Illeris (2004, 2013, 2015) com a teoria das relações de poder de Foucault (1982, 2008) e Bourdieu (1983, 2001) para então compreender o processo de aprendizagem por meio da interação, colaboração e as relações de poder que ocorrem. A construção dos dados foi realizada por meio da observação não-participante das interações de cinco sujeitos em uma empresa multinacional no setor de tecnologia. As observações duraram por um período de cinco meses. As informações coletadas foram analisadas à luz da Análise de Discurso de linha francesa, proposta por Maingueneau (1991, 1997, 2002, 2007, 2008a, 2008b, 2010, 2014). As análises evidenciaram que a colaboração durante a prendizagem no local de trabalho iniciavam a partir das necessidades práticas dos indivíduos e também revelaram a busca por poder simbólico durante as trocas discursivas entre os sujeitos da pesquisa a fim de determinar o que poderia e deveria ser aprendido naquele determinado local de trabalho.
Abstract: The current post-modern condition adds new value to the individual’s capacities to act collectively in society. The organizations have demanded each time more from workers a fast learning in the workplace. This context motivates the individuals to search for distinct forms to problem solving and the executions of new tasks, hence taking them to learn by the interactions and collaboration within the workplace. This qualitative survey, supported by an interpretative epistemology, aimed at comprehending the learning process by the subjects’ interactions in the workplace as well as their power relations throughout the collaborative learning in the light of the Discourse Analysis. More specifically, the aim was: (a) to capture the subjects’ discursive practices in the workplace in order to understand how their learning takes place in their interactions; (b) to observe the subjects’ interactions and interpret the learning generated from their discourse; and (c) to comprehend their power relations which occur throughout their collaborative and informal learning. The theoretical background relates the literature on the Social Learning by Elkjær (2001, 2003, 2004, 2008), Workplace Learning by Marsick e Watkins (1999), Lave e Wenger (2005), Collaborative Learning and Interaction by Dillenbourg (1995, 1995, 1999) and Illeris (2004, 2013, 2015) with the power relations theory by Foucault (1982, 2008) and Bourdieu (1983, 2001) in order to comprehend the learning process by the interaction, collaboration and the power relations. The data construction was held by the non-participant observations of the interactions of five subjects in their workplace for a five-month-period. The data collected were analyzed in the light of the French Discourse Analysis proposed by Maingueneau (1991, 1997, 2002, 2007, 2008a, 2008b, 2010, 2014). The analysis revealed that the collaboration throughout the workplace learning started from a practical need from the individuals and it also revealed the search for symbolic power thorough the subjects’ discourse practices in order to determine what could and should be learned in that given workplace.
Palavras-chave: colaboração;  interação;  poder;  aprendizagem;  análise do discurso
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: DALPINO, Marcelo Romeu. Colaboração, interação e poder: um estudo da aprendizagem no local de trabalho à luz da análise do discurso. 2017. 116 f. Dissertação (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3437
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18888
Data de defesa: 14-Ago-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3437/5/MARCELO%20ROMEU%20DALPINO.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Dissertações - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons