Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18874
Tipo do documento: Tese
Título: Estrutura de capital e diversificação de negócios de empresas brasileiras
Autor: Silva, Sandro Braz
Primeiro orientador: Nakamura, Wilson Toshiro
Primeiro membro da banca: Basso, Leonardo Fernando Cruz
Segundo membro da banca: Hadad Junior, Eli
Terceiro membro da banca: Martelanc, Roy
Quarto membro da banca: Silva, Tarcísio Pedro da
Resumo: O presente estudo analisa a relação entre diversificação estratégica de negócios e endividamento de empresas brasileiras de capital aberto da B3 (Brasil Bolsa Balcão), no período de 2012 a 2016. Os endividamentos ou estrutura de capital foram mensurados através das demonstrações contábeis disponíveis na Economática e a diversificação estratégica de negócios foi classificada a partir do banco de dados da Bloomberg, nos Relatórios por Segmentos, cujo faturamento das empresas é apresentado em moeda corrente do país e percentual de faturamento por produtos e/ou serviços. Com o faturamento em percentuais de produtos e serviços houve a possibilidade de classificar as empresas em negócios únicos ou pouco diversificados, negócios dominantes ou moderadamente diversificados e negócios relacionados-não relacionados ou muito diversificados. A amostra inicialmente é composta de 237 empresas brasileiras classificáveis de diversos setores, excluídos os setores financeiros e de fundos. Fundamentalmente a pesquisa utiliza abordagem quantitativa conduzida pelas técnicas de regressão com dados em painel (modelos pooled, efeitos fixos e efeitos aleatórios). As utilizações das técnicas de pesquisa bibliográfica, documental e explicativa também compõem a metodologia. Houve a constatação de que a variável estratégica de negócio dominante está mais relacionado com as dívidas, confirmando a hipótese de uma relação negativa com as dívidas. Em seguida, as empresas de negócio único. Quanto às variáveis financeiras os resultados em pooled são: a) a variável estratégica de empresas mais diversificadas apresentaram uma relação negativa com as dívidas, contrariando a teoria; b) a variável tamanho, risco, benefícios fiscais e market to book também apresentaram uma relação negativa com as dívidas contrariaram algumas teorias. Já com resultados em efeitos fixos, estes menos presentes por este meio, apresentaram variáveis como risco, benefícios fiscais, tangibilidade adversos à teoria em relação as dívidas em empresas brasileiras no período analisado.
Abstract: The present study analyzes the relationship between strategic business diversification and debts of Brazilian publicly traded companies of B3 (Brasil Bolsa Balcão) in the period from 2012 to 2016. The debts or capital structure was measured through the financial statements available in Economática and the strategic business diversification was classified from the Bloomberg database in the Relatório de Segmentos, whose company gross sales revenue is presented in the country's currency and the percentage of gross sales revenue for products and/or services. With the gross sales revenue in percentage of products and services, it was possible to classify the companies in single or small diversified businesses, dominant or moderately diversified businesses and related businesses-unrelated or very diversified. The sample is initially composed of 237 Brazilian companies classifiable from different sectors, excluding the financial and fund sectors. Fundamentally the research uses a quantitative approach conducted by regression techniques with panel data (pooled models, fixed effects and random effects). The uses of bibliographic, documentary and explanatory research techniques also make up the methodology. It was found that the dominant strategic business variable is more related to debts, confirming the hypothesis of a negative relation with the debts. Then the unique business enterprises. Regarding the financial variables, the results in pooled are: a) the strategic variable of more diversified companies presented a negative relation with the debts, contrary to the theory; b) the variable size, risk, tax benefits and market to book also presented a negative relation with the debts contradicted some theories. With results in fixed effects, these less present by this means, presented variables such as risk, tax benefits, adverse tangibility to the theory in relation to the debts in Brazilian companies in the analyzed period.
Palavras-chave: estruturas de capital;  níveis de endividamento;  diversificação estratégica de negócios;  categorias de diversificação de negócios;  regressão com dados em painel
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: SILVA, Sandro Braz. Estrutura de capital e diversificação de negócios de empresas brasileiras. 2018. 103 f. Tese (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3678
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18874
Data de defesa: 7-Mai-2018
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3678/5/SANDRO%20BRAZ%20SILVA.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons