Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18832
Tipo do documento: Dissertação
Título: Do Carandiru ao parque da Juventude : reconstrução da paisagem urbana
Autor: Bianchini, Douglas Alves
Primeiro orientador: Campos Neto, Candido Malta
Primeiro membro da banca: Simões Junior, José Geraldo
Segundo membro da banca: Rubino, Silvana
Resumo: A presente pesquisa pretende analisar a paisagem urbana como um fenômeno mutável que se adapta as necessidades de uma sociedade, considerando esse processo numa perspectiva histórica. A paisagem urbana é o espaço físico e social onde se dão nossas relações existenciais. Esta pesquisa tem como objeto o território do Complexo Carandiru e seu arredores, que vai da região central de Santana até as margens do Rio Tietê, localizado na zona norte da cidade de São Paulo, pertencente a prefeitura regional de Santana/Tucuruvi. Esse território, rico em história, passou por um processo de transformação, fruto de um projeto urbano que visou transformar uma parte do antigo complexo da Penitenciária do Estado que foi desativado e demolido dando lugar ao lazer e cultura, o Parque da Juventude e a Biblioteca de São Paulo, transformando assim a paisagem urbana dessa região e seus usos. O objetivo geral dessa pesquisa é compreender como a transformação do complexo da Penitenciaria do Estado, palco de inúmeros episódios marcantes como o massacre de 111 presos em 1992, em Parque da Juventude, interferiu na paisagem urbana dessa região e como isso redefiniu a memória coletiva relacionado ao território, e qual papel ele desempenha dentro da cidade. Pressupomos que a paisagem urbana do bairro do Carandiru foi modificada, e que esse processo gerado pela implantação de um parque com diversos equipamentos urbanos, como quadras poliesportivas, escolas técnicas e biblioteca, acabou interferindo na forma de percepção desse espaço pela sociedade, que passou a se apropriar de um novo modo dessa área e da sua paisagem urbana requalificada.
Abstract: The present research intends to analyze the urban landscape as a mutable phenomenon that adapts the needs of a society, considering this process in a historical perspective. The urban landscape is the physical and social space where our existential relations are given. This research deals with the territory of the Carandiru Complex and its surroundings, which runs from the central region of Santana to the banks of the Tietê River, located in the northern part of the city of São Paulo, belonging to the regional prefecture of Santana / Tucuruvi. This territory, rich in history, underwent a process of transformation, the result of an urban project that aimed to transform a part of the old State Penitentiary complex that was deactivated and demolished giving place to leisure and culture, the Youth Park and the Library of São Paulo, thus transforming the urban landscape of this region and its uses. The general objective of this research is to understand how the transformation of the State Penitentiary Complex, the scene of innumerable major episodes such as the massacre of 111 prisoners in 1992, in Parque da Juventude, interfered in the urban landscape of this region and how this redefined the related collective memory to the territory, and what role it plays within the city. We assume that the urban landscape of Carandiru neighborhood was modified, and that this process generated by the implantation of a park with several urban equipments, like poliesportivas courts, technical schools and library, interfered in the way of perception of this space by the society, to appropriate a new way of this area and of its requalifiedurbanlandscape.
Palavras-chave: paisagem urbana;  parque da Juventude;  Carandiru
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: BIANCHINI, Douglas Alves. Do Carandiru ao parque da Juventude : reconstrução da paisagem urbana. 2018. 118 f. Dissertação (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3572
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18832
Data de defesa: 19-Fev-2018
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3572/5/Douglas%20Bianchini.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons