Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18821
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fenômenos de dispersão urbana no território paulista: o caso de Itupeva, 1990-2010
Autor: Serra, Marcelo Galli
Primeiro orientador: Campos Neto, Candido Malta
Primeiro membro da banca: Somekh, Nadia
Segundo membro da banca: Sales, Pedro Manuel Rivaben de
Resumo: Observa-se ao redor do globo a emergência, desde o final do século XX, de um novo tipo de ocupação urbana, de caráter disperso ou difuso, consequência de um conjunto de fatores que incluem a revolução tecnológica, as favoráveis condições econômicas globais vigentes em torno da última virada do século, políticas urbanas neoliberais e a readequação dos modos de vida numa sociedade em reformulação. Contudo, destaca-se a baixa densidade dessas ocupações, os onerosos custos para o poder público em termos da provisão de infraestrutura em extensões e distâncias muito ampliadas, e a natureza sócio-espacial dessa ocupação, que tende a se multiplicar de forma desorganizada e desconectada, formando muitas vezes enclaves, atendendo somente a pautas imobiliárias, sem relação com a cidade, desfavorecendo os palcos de troca social entre diferentes grupos sociais. Esse fenômeno, que apresenta diferentes particularidades em cada região ou local – como verificamos nos casos referenciais do Sunbelt e de Houston, Texas, nos Estados Unidos, e do macroempreendimento Nordelta, ao Norte de Buenos Aires, Argentina – marca a formação da Macrometrópole Paulista, complexo urbano formado pela articulação das regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba / Litoral Norte, Sorocaba e pelas Aglomerações Urbanas de Jundiaí e Piracicaba; e, no âmago desse território macrometropolitano, ocorre de forma intensa no município de Itupeva/SP, Brasil, que nesta dissertação é o objeto de estudo. Embora haja variedades nos usos, nota-se a criação de loteamentos residenciais, funcionando como condomínios horizontais fechados, como principal protagonista desse processo nesse município, adquirindo maior intensidade de ocupação entre os anos de 1990 a 2010. Além do uso residencial, há na região um exemplo bem ilustrativo desse fenômeno, trata-se do empreendimento “Vida Completa Serra Azul”, complexo privado que reúne uma gama de atividades urbanas; como moradia, serviços e entretenimento, com acesso controlado – uma morfologia urbana sustentada por enclaves comerciais, onde depende-se de poder aquisitivo para acessar os variados elementos urbanos privados.
Abstract: We can observe around the globe the emergence of a new type of urban occupation with a dispersive or diffused character, resulting from a number of factors, including the technological revolution, favorable turn-of-the-century global economic conditions, neoliberal urban policies, and new ways of life evolving in a redefined society. However, this occupation brings low densities, and burdens public agents with the expensive costs of extending infrastructure in vaster and distant spaces. This kind of occupation tends to multiply disorganized, disconnected, and often enclosed urban enclaves such as closed subdivisions, created according to the logic of real estate developers, limiting social exchange between social groups. This phenomenon, which presents peculiar traits in each locality or region – as seen in the referential cases of the American Sunbelt and Houston, Texas; and the megadevelopment of Nordelta to the North of Buenos Aires, Argentina – marks the formation of the São Paulo Macrometropolis, an urban complex in the State of São Paulo, Brazil, formed by the articulation of the Metropolitan Regions of São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba / Litoral Norte, Sorocaba and the Urban Agglomerations of Jundiaí and Piracicaba; and, at the heart of this territory, occurs intensively in the city of Itupeva, which in this work is the object of study. Although a number of uses are present, the main protagonists in this case are residential subdivisions that function as gated communities, which multiplied intensively between the years 1990 and 2010. There is another example in the region that illustrates this phenomenon, the enterprise "Vida Completa Serra Azul", a private complex which brings together a range of urban activities; such as residential areas, hotel, theme parks, services and entertainment with controlled access. This urban morphology is supported by commercial enclaves, designed, implemented and managed by the private sector, and depends on your purchasing power to access its various elements.
Palavras-chave: dispersão urbana;  urbanização dispersa;  cidade difusa;  macrometrópole paulista;  Itupeva
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA URBANA
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA URBANA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: SERRA, Marcelo Galli. Fenômenos de dispersão urbana no território paulista: o caso de Itupeva, 1990-2010. 2015. 123 f. Dissertação( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3344
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18821
Data de defesa: 7-Ago-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3344/5/Marcelo%20Galli%20Serra.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons