Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18813
Tipo do documento: Tese
Título: Aldary Toledo : entre arte e arquitetura
Autor: Marques, Andre Felipe Rocha
Primeiro orientador: Guerra Neto, Abilio da Silva
Primeiro membro da banca: Santos, Cecília Rodrigues dos
Segundo membro da banca: Leonidio, Otavio
Terceiro membro da banca: Anelli, Renato Luiz Sobral
Quarto membro da banca: Lira, José Tavares Correia de
Resumo: Aldary Henriques Toledo (1915-1998), arquiteto e pintor, dedicou 59 anos de sua vida profissional dividido entre arquiteto e artista. Com 28 anos de idade, participou da mais importante exposição sobre a obras arquitetônicas brasileiras, Brazil Builds: Architecture New and Old, 1652-1942, do Museu de Arte Moderna de Nova York. Sua trajetória chegou ao século 21 em total desconhecimento do público especializado. No início anos 1940, mesmo período em que entrou no Instituto de Aposentados e Pensionista Bancários — IAPB, participou dos principais projetos arquitetônicos modernos para a cidade de Cataguases MG, com destaque para Cine Teatro Cataguases, em parceria com Carlos Ledo, a residência José Pacheco de Medeiros e o Hotel Cataguases. Juntamente com as obras de seus colegas Oscar Niemeyar a Francisco Bolonha, estes proietos são parte do processo de modernização da cidade que teve início na literatura, com a Revisto Verde, e no cinema, com a figura de Humberto Mauro. Por quase dez anos trabalhou simultaneamente nos escritórios do IAPB e do Escritório Técnico da Universidade do Brasil — ETUB, em parceria, respectivamente, com Carlos Leão e Jorge Machado Moreira — ambos arquitetos integrantes do grupo, liderado por Lúcio Costa, responsável pelo projeto do Ministério da Educação e Saúde - MÊS. Para compreender a importância e o atual ostracismo no qual se encontra Aldary Toledo, Garry Stevens é autor importante para a construção desta tese. Tendo como base conceitos antropológicos de Pierre Bourdieu, em seu livro O círculo privilegiado, Stevens explica a construção cultural da arquitetura como Profissão. E desmistifica a ideia de gênio criativo ao mostrar que, por trás dos Indivíduos de destaque, existe uma rede social que os sustenta e da qual elas também fazem parte. A tese reconstrói a trajetória profissional da Aldary Toledo, mostrando sua importância dentro do campo da arquitetura moderna brasileira no seu período de consolidação; a as ramificações que este grupo geracional, no qual Aldary faz parte, teve no campo da cultura brasileira. A tese destaca que os mestres, colegas e pupilos de Aldary Toledo, um verdadeiro "círculo privilegiado" segundo a denominação de Garry Stevens, foram os principais agentes da cultura brasileirado século 20 em diversos campos: música, teatro, pintura, escultura, arquitetura e literatura. Aluno de Cândido Portinari, com quem aprendeu o oficio de artista; colega de Carlos Drummond de Andrade, com quem trocava desenhos por poemas; parceiro de Vinícius de Moraes, com os desenhos para o livro Um signo, uma mulher; e de José Silveira Sampaio, para quem fez um painel na parede do Teatro de Bolso; e arquiteto de Dorival Caymmi, para quem projetou uma casa na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro RJ. Com esta distinta "patota", responsável pela construção da cultura moderna brasileira, passava os finais de tarde tomando um chope nos bares cariocas, tornando o ócio uma forma da orla.
Abstract: Aldary Henriques Tolado (1915-1998), architect and painter, dedicated 59 years of his professional life divided between architect and artist. At age of 28, he participated in the most important exhibition on Brazilian architectual works, Brasil builds: Architecture New and Old, 1652-1942, of the Museum of Modern Art of New York. His trajectory reached the 21st century totally unknown to the specialized public. All the beginning of 1940, the same period in which he entered the Institulo de Aposentados e Pensionista Bancários — IAPB, he participated in the main modern architectural projects for the city of Cataguases MG, with highlight to the Cine Teatro Cataguases, in partnership with Carlos Leão, the José Pacheco Medairos House and the Cataguases Hotel. Together with the works of his colleagues Oscar Niemeyer and Francisco Bologna, these projects are part of the modernization process of the city that began in the literature, with the magazine Verde, and in the cinema, with Humberto Mauro. For almost ten years he worked simultaneously in the offices of the IAPB and the Escritório Técnico da Universidade do Brasil — ETUB, in partnership, respectively, with Carlos Ledo and Jorge Machado Moreira — both architects of the group, led by Lúcio Costa, responsible for the design of Ministério da Educação e Saúde - MES. To understand the importance and the current ostracism in which Aldary Toledo is found, Garry Stevens is an important author for the construction of this PhD dissertation. Based on anthropological concepts by Pierre Bourdieu, in his book The Favored Circle, Stevens explains the cultural construction of architecture as a profession. And he demystifies the idea of the creative genius by showing that behind the prominent individuals there is a social network that sustains them and of which they are also part. The dissertation reconstructs the professional trajectory of Aldary Toledo, showing its importance within the field of modern Brazilian architecture in its period of consolidation; and the ramifications that this generational group, in which Aldary is a part, had in the field of Brazilian culture. This PhD dissertation highlights that Aldary Toledo's masters, colleagues and pupils, a true "favorad circle" according to the denomination given by Garry Stevens, were the main agents of Brazilian culture of the 21th century in various fields: music, theater, painting, sculpture, architecture and literature. Student of Cândido Portinari, with whom he learned the craft of na artist; colleague of Carlos Drummond de Andrade, with whom he exchangad drawings for poems; partner of Vinícius de Moraes, with the drawings for the book Um signo, uma mulher; and José Silveira Sampaio, for whom he made o panel on the wall of the Teatro de Bolsa; ond architect of Dorival Caymmi, for whom he designed a house on Ilha do Governador, in Rio de Janeiro RJ. With this distinct "patota", responsible for the construction of Brazilian culture, he spent the afternoons drinking beers in the bars of Rio, transforming leisura in a form of art.
Palavras-chave: Toledo, Aldary;  arquitetura brasileira;  escola carioca
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: Marques, Andre Felipe Rocha. Aldary Toledo: entre arte e arquitetura. 2018. 350 f. Tese (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3827
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18813
Data de defesa: 23-Fev-2018
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3827/5/Andre%20Marques_Aldary%20Toledo%20-%20Entre%20Arte%20e%20Arquitetura.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons