Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18453
Tipo do documento: Dissertação
Título: Obtenção de nanocristais de celulose a partir de fontes alternativas
Autor: Sanchez Junior, Miguel
Primeiro orientador: Terence, Mauro César
Primeiro membro da banca: Carrió, Juan Alfredo Guevara
Segundo membro da banca: Panzarini, Luz Consuelo Gonzales Alonso
Resumo: A indústria moveleira no Brasil é composta de aproximadamente 17.000 empresas das quais 96% são micro ou pequenas empresas, com até 99 empregados. O principal insumo é a madeira natural ou processada obtida em vários Estados Brasileiros, em geral de florestas nativas ou plantadas. Da área total do território nacional 62% (520 milhões de ha) são cobertos por florestas naturais, o que representa um estoque de 62.607 bilhões de toneladas de carbono. As sobras de madeira da indústria moveleira nem sempre são descartadas de forma adequada infringindo perdas ao meio ambiente. Este trabalho teve como principal objetivo a pesquisa de obtenção de óxido de grafeno e nanocristais de celulose a partir de um tipo de madeira utilizada comumente na indústria moveleira. Objetivou-se encontrar um processo que conferisse às madeiras descartadas maior valor agregado. Das mais de 20 espécies de madeira utilizadas na indústria moveleira a presente pesquisa escolheu a espécie Eucalipto Grandis para obtenção do óxido de grafeno e nanocristais de celulose por esta espécie apresentar alta concentração de celulose em sua constituição. A presente pesquisa pretende com isso limitar o descarte de madeira no meio ambiente pela possível valorização dos resíduos da citada indústria. Inicialmente analisamos uma amostra de Eucalipto Grandis por Análise Térmica Diferencial de forma a avaliar as alterações das propriedades físicas que pode sofrer em função da elevação de temperatura. Os resultados coincidiram com os apresentados na literatura. Outras amostras de Eucalipto Grandis foram obtidas em dois processos distintos, por calcinação em forno mufla, com temperatura e atmosfera controlada e por hidrólise ácida. Os corpos de provas resultantes dos dois processos foram analisados por Difratometria de raios X, Espectroscopia Raman e Microscópio Eletrônico de Varredura, todos pertencentes a Universidade Presbiteriana Mackenzie. As amostras obtidas por calcinação em forno mufla não indicaram a presença suficiente de óxido de grafeno que permitisse sua quantificação e avaliação qualitativa. As amostras tratadas por hidrólise ácida resultaram na obtenção de nanocristais de celulose com bom grau de cristalização, ao redor de 80%, de acordo com a literatura atual.
Abstract: The furniture industry in Brazil consists of approximately 17,000 companies of which 96% are micro or small enterprises with up to 99 employees. The main raw material is natural wood or processed obtained in several Brazilian states, usually native or planted forests. Of the total country area 62% (520 million hectares) are covered by natural forests, representing a stock of 62,607 billion tons of carbon. The wooden remains of the furniture industry are not always disposed properly breaking losses to the environment. This work had as main objective the search for obtaining graphene oxide and cellulose nanocrystals from a type of wood commonly used in furniture industry. The objective was to find a process that would provide the woods discarded higher added value. Of the more than 20 species of wood used in the furniture industry this research chose Eucalyptus Grandis species for obtaining graphene oxide and cellulose nanocrystals by this high concentration of cellulose in its constitution. This research aims to thereby limit the wood disposal in the environment by the possible recovery of waste of said industry. Initially we analyzed a sample of Eucalyptus Grandis by Differential Thermal Analysis to assess the changes in physical properties may suffer due to the temperature rise. The results coincided with those reported in the literature. Others Eucalyptus Grandis samples were obtained in two processes, calcination in a muffle furnace with controlled temperature and atmosphere and by acid hydrolysis. The samples resulting from both processes were analyzed in Diffractometer X-ray, Raman Spectroscopy and Scanning Electron Microscope, all belonging to the Mackenzie Presbyterian University. The sample obtained by calcination in the muffle oven does not indicate the presence of graphene oxide which permits quantification and qualitative evaluation. The samples treated by acid hydrolysis resulted in obtaining cellulose nanocrystals with a good degree of crystallization, around 80%, according to current literature.
Palavras-chave: grafeno;  óxido de grafeno;  nano cristais de celulose;  eucalipto grandis;  concentração de carbono;  indústria moveleira;  hidrólise ácida
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Escola de Engenharia Mackenzie (EE)
Programa: Engenharia de Materiais
Citação: SANCHEZ JUNIOR, Miguel. Obtenção de nanocristais de celulose a partir de fontes alternativas. 2016. 63 f. Dissertação (Engenharia de Materiais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3206
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18453
Data de defesa: 26-Ago-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3206/5/Miguel%20Sanchez%20Jr.pdf
Aparece nas coleções:Engenharia de Materiais - Dissertações - EE Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.