Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18417
Tipo do documento: Dissertação
Título: Imigração coreana e protestantismo no Brasil: diálogo entre identidade religiosa e identidade étnica
Autor: Silva, Silvania Maria Portela
Primeiro orientador: Pereira, João Baptista Borges
Primeiro membro da banca: Bitun, Ricardo
Segundo membro da banca: Dawsey, John Cowart
Resumo: Na cidade de São Paulo, encontramos uma população coreana de aproximadamente 40 mil imigrantes, sendo considerada a maior concentração deste grupo humano em território nacional. Esta imigração ocorreu de maneira concentrada, num intervalo de tempo menor que 50 anos, entre a década de 60 e os dias atuais. Uma característica peculiar desta imigração foi o rápido crescimento econômico. Outro aspecto a ser observado é a considerável presença de protestantes na comunidade coreana. Os coreanos que vivem em São Paulo organizaram em menos de 50 anos 71 templos evangélicos, porém somente um templo budista, apesar da tradição confucionista deste povo, e uma igreja católica no centro da cidade. Estes números apresentam, inicialmente, uma tendência religiosa protestante dentro da colônia. Esta pesquisa analisará o papel das redes sociais protestantes na cidade de São Paulo face à imigração coreana a partir dos anos 60. Vamos averiguar se e qual o suporte que estas redes sociais protestantes forneceram aos recém-chegados, incluindo os fluxos migratórios clandestinos, que no caso coreano representou um índice elevado2, e qual a influência estes fluxos tiveram nos casos de sucesso de adaptação deste povo à realidade de São Paulo.
Abstract: In São Paulo city, the Korean population is nearly 40 thousand people, being considered the largest concentration of this human group in Brazil. This immigration happened in a very concentrated way, in a time interval smaller than 50 years, between the sixties and current days. A very peculiar characteristic of this phenomenon was the quick economical growth. Another is the considerable number of Protestants among the Korean community in São Paulo. In less than 50 years, Korean were able to establish around 71 protestant churches, but only one Buddhist temple (despite of the confucionist tradition of these people) and only one catholic church in Sao Paulo. These numbers present an undoubting religious heritage in the colony. This research will analyze the role of the protestant social networks in São Paulo city and their relations with the Korean immigration from the sixties and on. The dissertation analyzes whether or not (and how) the protestant social networks favored the new-comers, including the non-legal immigrants what was quite relevant in the Korean case; and also investigates the influence these networks had in the adaptation process of the immigrants to Sao Paulo city reality.
Palavras-chave: protestante;  coreano;  imigração;  redes sociais;  protestant;  korean;  immigration;  social networks
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Religião
Programa: Ciências da Religião
Tipo de acesso: Acesso Embargado
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2542
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18417
Data de defesa: 26-Ago-2009
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2542/3/Divulga%C3%A7%C3%A3o%20n%C3%A3o%20autorizada%20pelo%20autor.docx
Aparece nas coleções:Ciências da Religião - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.