Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18285
Tipo do documento: Dissertação
Título: O arquétipo do sagrado, a religião e o sentido da vida em Carl Gustav Jung
Autor: Agostinho, Márcio Roberto
Primeiro orientador: Gomes, Antônio Máspoli de Araújo
Primeiro membro da banca: Liberal, Márcia Mello Costa de
Segundo membro da banca: Rosa, Josimar Santos
Resumo: A presente pesquisa trata da postulação junguiana de que o pensamento religioso se originou da alma. Em outras palavras, Jung fez uma fundamentação psicológica para o pensamento religioso. O objetivo desse trabalho então foi tentar compreender o sagrado a partir da psique onde repousa ativamente uma imago Dei. Procurou ainda, constatar a possível relação desse pensamento religioso (imago Dei) com o sentido da vida. Essa imago manifestada pelo Self -arquétipo do divino - é a resposta à questão última da alma: o anseio que ela tem pelo sentido da vida. Como a alma pertence ao mundo interior do indivíduo, somente fazendo uma volta para dentro de si mesmo é que se trilhará o caminho que leva ao sentido da vida e, em última instância, à cura para a sua personalidade.
Abstract: This research addresses the Carl Yung's postulation in which religious thinking has rooted in the soul. In others terms, Jung has established a psychological foundation for the religious thinking. The aim of this work is therefore to try to understand the sacred having as stating point, the mind where reposes actively a imago Dei. Furthermore, it envisage to comprehend the relationship of this religious thinking (imago Dei) to the meaning of life. This imago revealed by the Self the divine archetype 0 is the ultimate answer of the soul: its earnest desire for life meaning. As the soul belongs to the inner world of the individual, only when one turns to the inside of self, than, he will discover the path which leads to the meaning of life and ultimately to the healing of the individual personality.
Palavras-chave: inconsciente pessoal;  inconsciente coletivo;  imago Dei;  Si-mesmo;  arquétipo sagrado;  busca pelo sentido;  individuação;  personal unconsciousness;  collective unconsciousness;  imago Dei;  self;  sacred archetype;  search for the meaning of life
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Religião
Programa: Ciências da Religião
Citação: AGOSTINHO, Márcio Roberto. O arquétipo do sagrado, a religião e o sentido da vida em Carl Gustav Jung. 2006. 157 f. Dissertação (Mestrado em Religião) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2403
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18285
Data de defesa: 13-Dez-2006
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2403/1/Marcio%20Roberto%20Agostinho.pdf
Aparece nas coleções:Ciências da Religião - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.