Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18190
Tipo do documento: Tese
Título: Jornalismo literário e cinema: uma análise de O que é isso, companheiro?
Autor: Santos, Rafael Fonseca
Primeiro orientador: Bridi, Marlise Vaz
Primeiro membro da banca: Guimarães, Alexandre Huady Torres
Segundo membro da banca: Brito, Regina Helena Pires de
Terceiro membro da banca: Barreiros, Carlos Rogério Duarte
Quarto membro da banca: Oliveira, Ana Maria Domingues de
Resumo: Na década de 1970, período em que o Brasil esteve sob um regime ditatorial militar, que duraria até 1985, muitas das liberdades de expressão e de circulação de informações foram ameaçadas. O AI-5, Ato Institucional número 5, de 1968, coloca em xeque a boa prática jornalística que, por sua vez, se vê obrigada a se reinventar para conseguir cumprir com seus deveres. Assim, não foram poucos os jornalistas que se aventuraram na literatura em busca de novas vozes e novos caminhos para a resistência, inclusive política. Esta tese investiga as relações, implicações e possíveis efeitos de sentido resultantes da aproximação entre jornalismo e literatura, por meio do exame da obra O que é isso, companheiro?, de Fernando Gabeira, de 1979, e de sua posterior transposição para o cinema, em 1997, pelo diretor Bruno Barreto. O escopo de análise também perpassa os elementos do jornalismo literário, especialmente os do Novo Jornalismo: descrição, narrativa cena a cena, uso de diálogos e pontos de vista da terceira pessoa. Diante desses elementos, esta tese investiga, ainda, como se deu seu deslocamento do texto escrito para o produto audiovisual.
Abstract: In the 1970s, a period when Brazil was under a military dictatorship that would last until 1985, many of the freedoms of expression and of information flow were threatened. The AI-5, Institutional Act No. 5, 1968, puts into question the good journalistic practice, which in turn, is forced to reinvent itself to get fulfill its duties. Thus it were not few journalists who ventured in the literature for new voices and new ways of resistance, including politics. This thesis investigates the relations, implications and possible meaning effects resulting from the rapprochement between journalism and literature by examining Fernando Gabeira's work O que é isso, companheiro?, and his subsequent transposition to the cinema, in 1997, directed by Bruno Barreto. The scope of analysis also pervades the elements of literary journalism, especially those of the New Journalism: description, narrative scene to scene, use of dialogues and points of view of the third person. In view of these elements, this thesis also investigates how the written text was moved for the audiovisual product.
Palavras-chave: O que é isso, companheiro? (filme);  jornalismo literário;  cinema;  ditadura militar;  Fernando Gabeira;  literatura;  resistência
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: SANTOS, Rafael Fonseca. Jornalismo literário e cinema: uma análise de O que é isso, companheiro?. 2016. 103 f. Tese (Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3174
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18190
Data de defesa: 14-Dez-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3174/5/Rafael%20Fonseca%20Santos.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Teses - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.