Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18162
Tipo do documento: Tese
Título: A bíblia como literatura no Brasil: história e análise de novas práticas de leitura bíblica
Autor: Lima, Anderson de Oliveira
Primeiro orientador: Ferreira, João Cesário Leonel
Primeiro membro da banca: Lajolo, Marisa Philbert
Segundo membro da banca: Guimarães, Alexandre Huady Torres
Terceiro membro da banca: Zabatiero, Júlio Paulo Tavares
Quarto membro da banca: Mariano, Alex Villas Boas Oliveira
Resumo: Este trabalho de pesquisa procura explicar o que é ler a Bíblia como literatura no Brasil. Ele parte de uma pesquisa bibliográfica que compara os títulos publicados no mercado editorial brasileiro a partir da década de 1990 e que propuseram abordagens literárias dos livros bíblicos. Dessa pesquisa conclui-se que não há uma perfeita homogeneidade entre obras e autores, mas que há uma redução da presença mediadora das instituições religiosas no processo de leitura bíblica, o que permite que se dê maior atenção aos aspectos estéticos desses textos e à sua importância como patrimônio cultural. Porém, se por um lado as mediações religiosas são reduzidas, por outro temos a presença mais determinante de outras forças mediadoras, a de instituições acadêmico-literárias seculares que exigem a adequação dos críticos às teorias literárias contemporâneas. Da avaliação dos títulos que propõem as abordagens literárias da Bíblia no Brasil, tanto de autores estrangeiros como nacionais, também foi possível distinguir duas linhas de trabalho que se diferenciam de modo explícito pelas editoras que os publicaram. Um desses grupos, publicado por editoras não-religiosas, é formado por críticos literários que em dado momento se interessaram pela Bíblia, mais especificamente por seu valor literário e por sua importância para a compreensão da produção artística do mundo ocidental. Para estes o maior desafio foi superar o preconceito que mantinha a Bíblia isolada das demais obras literárias, fazendo-a um objeto de interesse exclusivo de religiosos. O outro grupo, publicado por editoras religiosas, é formado por críticos que geralmente iniciaram suas trajetórias pela teologia, pela exegese bíblica e que, seguindo os primeiros, passaram a empregar teorias literárias contemporâneas em suas leituras a fim de aperfeiçoar a prática de interpretação bíblica que já conheciam. Para estes as novas formas de ler representam avanços no sentido que ajudam na superação dos paradigmas historicistas da exegese tradicional.
Abstract: This research work proposes to verify the meanings of reading the Bible as literature in Brazil. It starts by a bibliographical research that compares the titles launched in Brazilian publishing market from the 1990s and that have offered literary approaches for the biblical books. By this research it´s possible to point out that there´s no homogeneity among works and authors, while there´s a more fluid mediating interference of religions groups on the process of biblical reading, what allows greater care to these texts aesthetic aspects as well as their importance as a cultural patrimony. On the other hand, at the same time that religious mediations are reduced, there´s also the strong influence of other mediating forces, such as secular academical literary institutions that urge for critics’ fitting to contemporary literary theories. Considering the evaluation of titles that correspond to literary approaches of the Bible in Brazil, either from foreign or native authors, it was also possible to distinguish two work views that are explicitly differentiated by the editors that have published them. The first group, published by secular publishers, is formed by literary critics that have got interested in the Bible, especially by its literary value and importance for the understanding of western artistical production. For those, the greatest challenge was to overcome prejudice that put the Bible apart from other literary works, being therefore considered of importance only within religious subjects. The other group, published by religious editors, is formed by critics that have started their studies in theological fields, by biblical exegesis and, similar to the first ones, moved to contemporary literary theories in theirs studies in order to improve the already known biblical interpretation. For this second group, these new reading strategies represent improvements as long as they are helpful tools to overcome historical paradigms from traditional exegesis.
Palavras-chave: bíblia como literatura;  exegese bíblica;  crítica literária;  teoria literária;  história da leitura bíblica
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURAS CLASSICAS
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: LIMA, Anderson de Oliveira. A bíblia como literatura no Brasil : história e análise de novas práticas de leitura bíblica. 2015. 209 f. Tese (Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3024
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18162
Data de defesa: 13-Nov-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3024/5/Anderson%20de%20Oliveira%20Lima.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Teses - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.