Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18138
Tipo do documento: Dissertação
Título: Pulp fiction: diálogos com outras mídias
Autor: Lima, Douglas Sáppia
Primeiro orientador: Atik, Maria Luiza Guarnieri
Primeiro membro da banca: Hanna, Vera Lucia Harabagi
Segundo membro da banca: Corradin, Flavia Maria Ferraz Sampaio
Resumo: Essa dissertação ocupa-se em estudar os aspectos formais do filme Pulp Fiction (1994), de Quentin Tarantino, sob uma perspectiva intermidiática. Para tanto, procura-se avaliar em que medida o estilo do diretor recorre a signos e procedimentos geradores de sentido inerentes à linguagem de outros meios de comunicação, como a televisão, as histórias em quadrinhos, os videogames e o próprio passado do cinema. Nesses termos, a pesquisa se divide, essencialmente, em três partes principais: o exame dos procedimentos narrativos do filme (que concernem a elipses temporais, flashbacks e uma estrutura circular intercalada por três histórias paralelas), seguido da discussão a respeito da violência ostensiva na tela (que compreende a estilização da violência gráfica com base na saturação de signos visuais e na hibridização de diversas mídias) e a análise da constituição dos diálogos (que estão pautados no diálogo socrático e na concepção pósmoderna da paródia). Em síntese, a fim de sustentar a pressuposição de que Pulp Fiction (1994) configura-se como um expoente do cinema pós-moderno, esse estudo se apoia no pensamento crítico de autores que trabalham tanto com teorias do cinema e da intermidialidade, quanto com teorias da linguagem e da pós-modernidade, como Mauro Baptista Vedia (2010), Linda Hutcheon (1991) e Mikhail Bakhtin (1984).
Abstract: This dissertation minds the formal aspects of the film Pulp Fiction (1994), by Quentin Tarantino, under a perspective of intermediality. Henceforth, it aims to assess the extent in which the director’s style fall back on signs and meaning settlements inherent to the language of other means of communication, such as the television, the comic books, video games and the past of the cinema itself. In these terms, the research divides itself into three main segments: the examination of the film narrative procedures (that concerns temporal ellipsis, flashbacks and a round structure intricate by three parallel stories); followed up by the discussion regarding the ostensive violence on the screen (which comprehends to the graphic violence stylization grounded on the saturation of visual signs and on the hybridization of different medias) and the analysis of dialogue constitution (which are granted within the Socratic dialogue and the post-modern conception of parody). In synthesis, in order to sustain the assumption that Pulp Fiction (1994) configures itself as a post-modern exponent, this research relies on the critical thoughts from authors who worked both with film and intermediality theories, as with language and post-modernity theories, such as Mauro Baptista Vedia (2010), Linda Hutcheon (1991) e Mikhail Bakhtin (1984).
Palavras-chave: intermidialidade;  cinema;  narrativa;  pulp fiction
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: LIMA, Douglas Sáppia. Pulp fiction: diálogos com outras mídias. 2015. 146 f. Dissertação (Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3047
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18138
Data de defesa: 19-Ago-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3047/5/Douglas%20S%C3%A1ppia%20Lima.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.