Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18048
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de funcionalidade de escolares com síndrome de Down
Autor: Ramos, Elaine Cristina de Oliveira
Primeiro orientador: D'Antino, Maria Eloisa Famá
Primeiro membro da banca: Seabra, Alessandra Gotuzo
Segundo membro da banca: Buchalla, Cassia Maria
Resumo: Falar de inclusão escolar de crianças com Deficiência Intelectual (DI) nos dias atuais causa ansiedade nas escolas, nos educadores e nas famílias. Entender que a escola, enquanto organismo vivo e dinâmico deve, por excelência, desenvolver o indivíduo em suas potencialidades, competências e habilidades, requer que o professor reconheça e identifique a funcionalidade do aluno com deficiência intelectual, de modo que, em conjunto com a família, um plano de desenvolvimento individual deste aluno, possa ser estruturado e, efetivamente, contribua para seu desenvolvimento acadêmico e funcional. A pesquisa teve como objetivo geral avaliar a funcionalidade de alunos com síndrome de Down matriculados em escola regular de ensino das redes pública e privada de uma região da cidade de São Paulo e entre os objetivos específicos, avaliar a funcionalidade de crianças com Síndrome de Down em idade escolar a partir da perspectiva de pais ou responsáveis e de seus professores e, por fim, avaliar o grau de congruência entre as perspectivas de funcionalidade descritas por pais e por professores de criança com Síndrome de Down. Como método, a pesquisadora realizou o levantamento das famílias elegíveis ao projeto e para isso, analisou os prontuários das crianças em atendimento no Centro Israelita de Atendimento Multidisciplinar (CIAM), de maneira que identificou as crianças elegíveis ao estudo, segundo os critérios de inclusão. Levantou os dados de escolaridade dos pais ou responsáveis dos escolares, a fim de apresentar o perfil acadêmico das famílias participantes. Contatou as famílias para apresentação da pesquisa e aplicou o protocolo - PAEDI (Miccas e D’Antino, 2011) aos pais ou responsável, enquanto o filho estiva em atendimento no CIAM. O questionário foi lido pela pesquisadora de maneira a minimizar as diferenças que a escolaridade poderia causar na leitura, interpretação e compreensão das questões. Estabeleceu contato telefônico com as escolas e professores para convite à participação da pesquisa e esclarecimentos sobre os objetivos do estudo. Encaminhou o protocolo- PAEDI (Miccas e D’Antino, 2011) aos professores para que pudessem ser respondidos e reenviados à pesquisadora. A elaboração deste protocolo teve como base a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF, 2001) e é composto por 52 itens. O PAEDI avalia a funcionalidade da criança nos domínios de Atividades e Participação. Como resultados dessa pesquisa, constatamos que há congruência entre família e escola, em nível moderado. As percepções de cada observador podem ser diferentes e mesmo sendo divergentes ou pouco congruentes, os aspectos positivos são oferecidos no sentido de que diferentes ambientes e informantes permitam diferentes olhares e informações sobre a mesma criança. O PAEDI demonstrou ser um importante instrumento para avaliação da funcionalidade de escolares com deficiência intelectual.
Abstract: Speaking of School Inclusion of children who have Intellectual Disability (ID) nowadays generates anxiety in schools, in educators and in the families. Schools, understood as a live and dynamic organism, should essentially develop the individual’s potentialities, competences and abilities, which demands that the teacher should recognize and identify the functionality of the student with the intellectual disability. This way, a plan of individual development can be elaborated for this student along with the family, which will effectively contribute to their academic and functional development. This research had the general aim of evaluating the functionality of students who have Down Syndrome and are enrolled in public and private regular schools of a region in the city of São Paulo. It also had as specific aims to evaluate the functionality of school children who have Down Syndrome from the perspective of parents or tutors and their teachers, and, at last, evaluate the degree of congruence between the perspectives of functionality reported by parents and by teachers of those children. Concerning methodology, the researcher conducted a survey of families who were eligible to participate in the project and, for that, analyzed the medical reports of the children being cared by the ISRAELI Center of Multidisciplinary Service (CIAM), in a way that she could identify children who were eligible to the study, according to inclusion criteria. She collected data about parents’ and tutors’ education in order to present the academic profile of the participant families. She got in touch with the families to introduce the research and applied the PAEDI protocol (Miccas and D’Antino,2011) with the parents or tutors, while the child was being attended by the CIAM. The questionnaire was read by the researcher, aiming at minimizing the differences that education could reflect in the reading interpretation and comprehension of the questions. She called schools and teachers to invite them to participate in the research and explain its objectives. She also sent the protocol - PAEDI (Miccas and D’Antino,2011) to teachers so that the questionnaires were answered and sent back to the researcher. The elaboration of this protocol had as basis the International Classification of Functionality, Disability and Health (CIF,2001) and it’s composed of 52 items. PAEDI evaluates the functionality of the child in the domains of Activities and Participation. As result of this research, it is clear that that there is congruence between families and school in a moderate level. The perceptions of each observer can be different and, although they are divergent and little congruent, the positive aspects are offered in the sense that different environments and informers allow different perspectives and offer varied information on the same child. PAEDI proved to be an important instrument of evaluation of the functionality of students who have intellectual disability.
Palavras-chave: deficiência intelectual;  síndrome de down;  funcionalidade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ORIENTACAO E ACONSELHAMENTO::ORIENTACAO EDUCACIONAL
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::PLANEJAMENTO E AVALIACAO EDUCACIONAL::PLANEJAMENTO EDUCACIONAL
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO DE ADULTOS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO PRE-ESCOLAR
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::ENSINO PROFISSIONALIZANTE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS)
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: RAMOS, Elaine Cristina de Oliveira. Avaliação de funcionalidade de escolares com síndrome de Down. 2017. 82 f. Dissertação( Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3156
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18048
Data de defesa: 13-Fev-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3156/5/Elaine%20Cristina%20de%20Oliveira%20Ramos.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.