Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18008
Tipo do documento: Dissertação
Título: Shopping Centers à luz da eficiência
Autor: Manfredini, Raquel Sanches
Primeiro orientador: Pisani, Maria Augusta Justi
Primeiro membro da banca: Pala, Adhemar Carlos
Segundo membro da banca: Romero, Marcelo de Andrade
Resumo: Os shopping centers se modificaram ao longo de 50 anos desde sua implantação no Brasil em função das mudanças culturais, urbanas e ambientais expandindo suas funções além de centro de compras para espaços de convivência e lazer. Em decorrências das necessidades de adequações sociais, ambientais e econômicas agravadas pelas crises energéticas em 2001, quando ocorreu o “Apagão” e novamente em 2015, com a redução de produção energética por hidroelétricas devido à estiagem. Buscou-se assim, projetar shopping centers com melhor qualidade do espaço interno e com redução de consumo de energia durante a operação do edifício. A presente dissertação abordará a iluminação natural como diretriz projetual de melhoria de desempenho luminoso, buscando a qualidade espacial e eficiência energética a partir da ampliação de porcentagem de áreas permeadas pela luz natural e da compatibilização do sistema de iluminação artificial. Foram realizadas propostas projetuais por meio de aplicação de variações paramétricas e de diferentes materiais translúcidos de fechamento nas aberturas verticais e horizontais, em dois edifícios de diferentes tipologias, 2 e 4 pavimentos, na região metropolitana de São Paulo. A avaliação dos edifícios incorporou medições in loco, simulações computacionais com o software ReluxPro e análise do índice de consumo da envoltória definida pelo RTQ-C do selo Procel, das propostas realizadas, a fim de se verificar as relações da forma na permeabilidade de luz e indicar as intervenções de melhor desempenho. Os resultados mostraram a possibilidade de ampliação das porcentagens de aberturas zenitais e verticais em ambos os estudos de caso, além da máxima referida no RTQ-C, no entanto que elas sejam protegidas utilizando-se de elementos de difusão. Observou-se também que aberturas verticais são imprescindíveis na distribuição da luz e na aquisição de pontos de interesse em edifícios altos.
Abstract: Since the first shopping had been built in Brasil, it has been modificating over the last 50 years because of cultural, urban and environmental changes that had expand its functions beyong to a comercial centre to a lazer and living places. Because of social, environmental and economical changes those were accentuated by energy crisis at 2001, when “Apagão” happens, and in 2015 by insufficient energy production by hydro power because drought. It was therefore sought to design shopping malls with better quality of internal space and with reduced energy consumption during the operation of the building This research aims to achiving lighting design performance, spatial quality and energy efficiency throught daylight design strategies, when improving the porcentage of areas those are permeated by natural light and its integration to artificial lighting system. There were made some proposals with parametric variations and diferente translucent materials were applied in vertical and horizontal windows of two diferentes typologies, 2 and 4 floors at São Paulo metropolitan region. The assessment of buildings undertook in loco measurements, simulation based-model through ReluxPro and the analysis of the comsumption index of the envelope, defined by RTQ-C Procel of proposals made, in order to indicate the better strategies for design performance and to determine the relation between shape and amount of indoor light. The results showed the possibility of increasing daylight harvesting in both cases beyong to RTQ-C requires, however they are protected using innovative diffused daylight systems. In addition, the vertical openings are essencial to better distribution of light and to create points of interest in tall buildings.
Palavras-chave: aberturas arquitetônicas;  luz natural;  desempenho luminoso;  eficiência energética e qualidade ambiental interior;  shopping center
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::TECNOLOGIA DE ARQUITETURA E URBANISMO
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO::PLANEJAMENTO E PROJETOS DA EDIFICACAO
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::TECNOLOGIA DE ARQUITETURA E URBANISMO::ADEQUACAO AMBIENTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: MANFREDINI, Raquel Sanches. Shopping Centers à luz da eficiência. 2017. 197 f. Dissertação( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3253
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/18008
Data de defesa: 21-Fev-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3253/5/Raquel%20Sanches%20Manfredini.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.