Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17990
Tipo do documento: Tese
Título: Rugosidade e porosidade do tecido urbano como critérios de análise qualitativa da ventilação natural em cidades litorâneas
Autor: Costa Filho, Amando Candeira
Primeiro orientador: Pisani, Maria Augusta Justi
Primeiro membro da banca: Pala, Adhemar Carlos
Segundo membro da banca: Monteiro, Leonardo Marques
Terceiro membro da banca: Graça, Valéria Azzi Collet da
Quarto membro da banca: Granado Júnior, Milton Vilhena
Resumo: Há uma estreita interação entre planejamento urbano, morfologia da cidade e o clima. Para criar ambientes adequados às necessidades humanas o desenho das cidades deve incorporar estratégias adaptadas ao clima em suas diversas escalas. O respeito as condições climáticas, local e global, pode aumentar a saúde dos habitantes de uma cidade, promovendo conforto ambiental e vida social (ZHAO, 2011). Dentre os atributos bioclimáticos relacionados à forma urbana, a rugosidade e a porosidade do tecido urbano, têm interferência significativa no comportamento da ventilação natural. É objetivo desta tese verificar e aprimorar métodos qualitativos de análise do comportamento da ventilação natural em cidades litorâneas de clima quente e úmido com apoio nos atributos bioclimatizantes de rugosidade de altura e porosidade de afastamento do tecido urbano. Os métodos adotados nesta pesquisa seguiram procedimentos experimentais e exploratórios. No primeiro momento, foram realizadas análises qualitativas relacionadas aos atributos bioclimatizantes da forma urbana e sua influência na ventilação natural. Cada atributo abordado gerou uma pontuação que foi organizada em fichas de levantamento e os resultados expostos espacialmente em mapas de rugosidade e porosidade. As três áreas avaliadas do litoral norte da cidade de Fortaleza, passaram por análises quantitativas resultantes de simulações computacionais para comparação dos resultados alcançados nos mapas de rugosidade e porosidade desenvolvidos na análise qualitativa. Concluídas as análises dos resultados ficou evidente que avaliação da rugosidade de altura e da porosidade de afastamento, se mostrou válida como critério qualitativo da ventilação natural. As diferentes situações de ocupação do solo estudadas repercutiram nos resultados e, os atributos formais levantados, se revelaram eficientes para análise do comportamento dos ventos. Ficam como recomendações para o aprimoramento do método: sua aplicação em outras situações urbanas e climáticas, a inserção de outras variáveis ambientais nas análises como a geometria da insolação e outros possíveis atributos bioclimatizantes relacionados a ventilação natural.
Abstract: There is a close interaction between urban planning, city morphology and climate. In order to create adequate environments for human needs, the design of cities must incorporate strategies adapted to the climate at its various scales. Respect for local and global climatic conditions can increase the health of city dwellers by promoting environmental comfort and social life (ZHAO, 2011). Among the bioclimatic attributes related to the urban form, the roughness and the porosity of the urban fabric, have significant interference in the behavior of the natural ventilation. The objective of this thesis is to verify and improve qualitative methods of analysis of the behavior of natural ventilation in coastal cities of hot and humid climate, from the bioclimatizing attributes of height rugosity and distance porosity of the urban fabric. The methods adopted in this research followed experimental and exploratory procedures. In the first moment, qualitative analyzes were carried out related to the bioclimatic attributes of the urban form and its influence on natural ventilation. Each addressed attribute generated a score that was organized into survey cards and the results were spatially exposed on roughness and porosity maps. The three areas of the northern coast of the city of Fortaleza were evaluated and quantitative analyzes of computational simulations were carried out to compare the results obtained in the roughness and porosity maps developed in the qualitative analysis. After the analysis of the results, it was evident that the evaluation of the height, roughness and the porosity of the distance, proved to be valid as a qualitative criterion of the natural ventilation. The different soil occupation situations that were studied had repercussions on the results and the formal attributes were efficient for the analysis of the behavior of the winds. There are recommendations for the improvement of the method: its application in other urban and climatic situations, the insertion of other environmental variables in the analyzes such as the geometry of the sun and other possible bioclimatizing attributes related to natural ventilation.
Palavras-chave: ventilação natural;  forma urbana;  clima urbano
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: COSTA FILHO, Amando Candeira. Rugosidade e porosidade do tecido urbano como critérios de análise qualitativa da ventilação natural em cidades litorâneas. 2017. 199 f. Tese( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3254
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17990
Data de defesa: 1-Fev-2017
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3254/5/Amando%20Candeira%20Costa%20Filho.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.