Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17987
Tipo do documento: Tese
Título: Entre a transparência e a espessura: a moderna fachada do edifício comercial americano 1945-1975
Autor: Santos, Michelle Schneider
Primeiro orientador: Zein, Ruth Verde
Primeiro membro da banca: Lima, Ana Gabriela Godinho
Segundo membro da banca: Perrone, Rafael Antonio Cunha
Terceiro membro da banca: Bruna, Paulo Julio Valentino
Quarto membro da banca: Bastos, Maria Alice Junqueira
Resumo: No século XX, o fechamento dos edifícios em altura se tornou um tema primordial na experimentação arquitetônica e em investimentos na construção civil, bem como foi alvo de falhas primárias e de conflitos teóricos. Embora o termo “envelope” seja comumente adotado, nosso foco é fachada: um conjunto de decisões que atuam na solução de fechamento de um edifício, composto por elementos arquitetônicos que, juntos, expressam a obra de arquitetura. A tese tem como principal objetivo compreender como o projeto de fachada se desenvolveu ao longo das três décadas imediatas à Segunda Guerra Mundial, entre 1945 e 1975, em um recorte geográfico relativamente homogêneo e restrito: regiões Norte Central Leste (Meio Oeste) e Nordeste dos Estados Unidos da América. Esse tema pode ser examinado a partir de múltiplas perspectivas. Entretanto, quando o foco é, por escolha, o amplo e complexo processo de projeto, a principal questão é como os arquitetos, à época, aproveitaram as vantagens e oportunidades oferecidas pela produção industrial corrente e criaram uma diversificada gama de soluções para fachada, não seguindo uma linguagem ou um estilo. Uma forte mobilização do setor industrial na criação de novos materiais para o envoltório de edifícios altos, em especial os de escritórios, possibilitou que o país se tornasse um terreno fértil para essa tipologia arquitetônica. Cabe a presente pesquisa elucidar essa relação entre indústria, arquitetos, engenheiros e construtores, além de mostrar quais materiais foram proeminentes no cenário arquitetônico americano, muitos dos quais ajudaram a consolidar a imagem do arranha-céu moderno. A tese tratará de estudos de caso significativos de edifícios comerciais, construídos dentro do recorte temporal proposto, selecionados a partir das três principais revistas especializadas da época: Architectural Record, Architectural Forum e Progressive Architecture. Para melhor compreender a prática arquitetônica daquele período, serão considerados conceitos sobre fachada, superfície, transparência, ornamentação e tectônica. Outros debates igualmente importantes serão tratados durante o desenvolvimento do trabalho.
Abstract: In the twentieth century, high-rise building enclosure has become one of the prime architectural subjects of experimentations and investments, as well as physical failures and theoretical conflicts. Despite the term “envelope” has been commonly used, our focus is façade: a set of decisions that acts on building’s enclosure solution, composed by elements that mutually express the work of architecture. Thesis main objective is to understand how façade design has developed during the three decades after World War II, between 1945 and 1975, in a relatively homogeneous and restricted geographical frame: East North Central (Midwest) and North-East of United States of America. This subject may be examined from multiple perspectives. However, when the focus is by choice on the ample complexity of the design process the main question is how architects took advantage of the opportunities offered by their current industrial production, by that time, and have created a wide range of possibilities for façade, unfollowing a single language or style. A strong mobilization from industrial sector to create new materials for building enclosure, especially for office buildings, has enhanced the country as a fertile land for high-rises. This research intends to elucidate this relationship between manufacturers, architects, engineers and builders, while also identify prominent materials that helped to consolidate the image of American skyscraper. To illustrate this issue, the dissertation will address significant case studies that were published in the most relevant specialized journals by the time: Architectural Record, Architectural Forum and Progressive Architecture. To better comprehend the architectural practice related to high-rise office buildings it will consider arguments about façade, surfaces, transparency, ornamentation, and tectonics. Other debates and aspects equally important will be considered throughout the work.
Palavras-chave: edifício comercial;  arquitetura moderna americana;  fachada
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: SANTOS, Michelle Schneider. Entre a transparência e a espessura: a moderna fachada do edifício comercial americano 1945-1975. 2016. 477 f. Tese (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3070
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17987
Data de defesa: 11-Nov-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3070/2/Michelle%20Schneider%20Santos.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.