Show simple item record

dc.contributor.advisorBarros, Marco Antônio de
dc.contributor.authorFantin, Lucas Alfredo de Brito
dc.date.accessioned2017-04-17T12:42:33Z
dc.date.available2017-04-17T12:42:33Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17963
dc.descriptionGanhador do prêmio TCC - 2º Semestre de 2016pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectglobalizaçãopt_BR
dc.subjectlavagem de capitaispt_BR
dc.subjectBanco Central do Brasilpt_BR
dc.subjectinstituições financeiraspt_BR
dc.subjectlei 9.613/98pt_BR
dc.subjectatividade preventiva e regulatóriapt_BR
dc.subjectcompliancept_BR
dc.subjectlei 12.683/12pt_BR
dc.subjectprocessos administrativos punitivospt_BR
dc.titleLavagem de capitais e a atividade preventivo-regulatória do Banco Central do Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Direitopt_BR
dc.publisher.initialsUPMpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.description.resumoA intensificação do fenômeno da globalização e o desenvolvimento do sistema capitalista contribuíram para o surgimento de uma nova criminalidade, interligada e organizada, e para o maior volume de dinheiro sujo em circulação. A lavagem de capitais é um dos crimes mais praticados no contexto atual. As instituições financeiras representam hoje um meio bastante almejado para a prática de lavagem de capitais. Diante disso, o presente trabalho analisa o papel de supervisão das instituições financeiras, desempenhado pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Lei 9.613/98, e tem como objetivo compreender as suas atividades preventiva e regulatória envolvendo lavagem de capitais. Para isso, descreve quais são as principais normas aplicáveis às instituições financeiras e expõe de que maneira o Banco Central do Brasil exerce seu poder sancionador. Também descreve as obrigações legais e o dever de compliance das instituições financeiras, principalmente em razão da edição da Lei 12.683/12. O estudo é baseado em bibliografia sobre o tema, artigos de especialistas e na legislação e normas pertinentes, além de decisões do Banco Central do Brasil em processos administrativos punitivos. Os resultados desse estudo demonstram que as obrigações das instituições financeiras, previstas na Lei 9.613/98, somadas ao papel do Banco Central do Brasil, refletiram profundamente nas atividades dessas instituições, as quais passaram a adotar uma série de medidas de controles internos. Além disso, os resultados desse trabalho também indicam os critérios do Banco Central do Brasil para instaurar processos administrativos punitivos. O estudo conclui que as atividades preventiva e regulatória do Banco Central do Brasil mostram-se eficazes. O Banco Central do Brasil possui poder legal para instaurar processos administrativos punitivos, em razão do descumprimento de deveres previstos nas normas sobre lavagem de capitais, cujas decisões, em sua grande maioria são mantidas em segundo grau.pt_BR
dc.contributor.advisorLatteslattes.cnpq.br/3072741651220178pt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record