Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17113
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCorreia, Tatiane Aparecida Sá; Universidade do Oeste Paulista-
dc.creatorNetto, José Evaristo Silvério-
dc.date2012-04-21-
dc.date.accessioned2016-12-02T22:13:29Z-
dc.date.available2016-12-02T22:13:29Z-
dc.identifierhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/4129-
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/17113-
dc.descriptionResumo: O Futsal é um esporte que surgiu como uma alternativa à prática do futebol de campo, mas com espaço reduzido. O futsal feminino iniciou suas atividades com poucos participantes em competições enfrentando resistência, fruto do machismo e preconceito. Porém, atualmente conta com grandes clubes e equipes. Este estudo tem como objetivo identificar quais os motivos que levam as atletas a praticar o futsal, e quais os fatores associados percebidos por elas durante os treinamentos e competições. Para tanto, jogadoras de futsal de 15 a 21 anos foram convidadas a participar. Mediante o preenchimento do termo de consentimento livre e esclarecido, as jogadoras responderam os instrumentos: 1. questionário dos motivos para a prática esportiva; 2. questionário sociodemográfico; e 3. relato em formato aberto sobre as suas percepções em relação aos fatores associados durante os treinamentos e jogos em relação às colegas de equipe e ao técnico. A análise de dados foi realizada por meio da estatística descritiva e de associação, por meio da frequência de ocorrência das respostas, por meio da análise da variância. Foram encontradas 39 ocorrências positivas e 41 negativas das percepções do clima social. A maioria das percepções positivas foi relacionada ao contexto de treino, enquanto as percepções negativas, à competição. Os motivos para a prática percebidos como mais importantes foram “vencer desafios” e “trabalhar em equipe”. Concluiu-se que, dependendo do clima social percebido em relação ao ambiente e ao modo como as atletas se relacionam, os valores das percepções (positivo ou negativo) serão alterados.Palavras-chave: futebol; mulher; motivação.pt-BR
dc.formatapplication/pdf-
dc.languagepor-
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept-BR
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/4129/3791-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/downloadSuppFile/4129/3569-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/downloadSuppFile/4129/3570-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/downloadSuppFile/4129/3571-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/downloadSuppFile/4129/3572-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/downloadSuppFile/4129/3573-
dc.rightsDireitos autorais 2015 Revista Mackenzie de Educação Física e Esportept-BR
dc.sourceRevista Mackenzie de Educação Física e Esporte; v. 11, n. 2 (2012): Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - 11.2pt-BR
dc.source1980-6892-
dc.source1678-2577-
dc.titleMotivos para a prática esportiva e fatores associados de jogadoras de futsalpt-BR
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article-
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion-
Aparece nas coleções:Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.