Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/16742
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorNunomura, Myrian; Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo-
dc.creatorTeixeira, Luis Antonio Cespedes; Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo-
dc.creatorFernandes, Mara Regina Caruso; Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo-
dc.date2009-08-07-
dc.date.accessioned2016-12-02T22:13:06Z-
dc.date.available2016-12-02T22:13:06Z-
dc.identifierhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1325-
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/16742-
dc.descriptionAtualmente, o estresse é considerado uma patologia que atinge muitas pessoas, independentemente do ciclo de vida. Em particular na fase adulta, as responsabilidades familiares e as pressões no trabalho são acentuadas, e a manifestação do estresse é potencialmente maior. Assim, diversas técnicas como a psicoterapia, a ingestão de medicamentos, as atividades físicas, dentre outros, têm sido utilizadas para aliviar os sintomas do estresse. Porém, ainda há poucos estudos sistemáticos que constatem a efetividade dessas técnicas no combate ao estresse. O presente estudo comparou o nível de estresse de 16 indivíduos após a prática regular de atividades físicas no período de 12 meses. O nível de estresse foi avaliado utilizando-se os seguintes questionários: (a) ficha de dados pessoais; (b) inventários de qualidade de vida; (c) inventário dos sintomas de estresse; (d) inventário de autoprodução de estresse 1 modo de pensar; (e) inventário de autoprodução de estresse 2 modo de agir; e (f) questionário de atitudes. Na análise estatística, foi utilizado o teste “t” de student. Os resultados indicaram melhoria significativa nos sintomas geradores de estresse, sugerindo a influência positiva da atividade física regular na atenuação do desencadeamento do processo de estresse entre os adultos.pt-BR
dc.formatapplication/pdf-
dc.languagepor-
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept-BR
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1325/1026-
dc.rightsDireitos autorais 2015 Revista Mackenzie de Educação Física e Esportept-BR
dc.sourceRevista Mackenzie de Educação Física e Esporte; v. 3, n. 3 (2004): Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - 3.3pt-BR
dc.source1980-6892-
dc.source1678-2577-
dc.titleNível de estresse em adultos após 12 meses de prática regular de atividade físicapt-BR
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article-
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion-
Aparece nas coleções:Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.