Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/15058
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorCNPq e CAPESpt-BR
dc.creatorBorges, Livia de Oliveira; Universidade Federal de Minas Gerais-
dc.creatorCristo e Silva, Fábio Henrique Vieira de; Universidade de Brasília-
dc.creatorde Melo, Simone Lopes; Universidade Federal do Rio Grande do Norte-
dc.creatorde Oliveira, Alessandra Silva; Universidade Federal do Rio Grande do Norte-
dc.date2010-05-05-
dc.date.accessioned2016-12-02T21:55:18Z-
dc.date.available2016-12-02T21:55:18Z-
dc.identifierhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/RAM/article/view/2200-
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/15058-
dc.descriptionThe research was planned to re-building and evaluating the validity of a questionnaire about organizational socialization to public functionaries. The point of starting was a questionnaire, whose validity was already tested ago, confronting it with the new literature. This literature indicated an emphasis in behaviors of pro-activity and in the access to information. To re-build the items of Organizational Socialization Inventory, the language of public functionaries was explored in interviews of antecedent research. The items were re-built to measure eight hypothetic factors of organizational socialization: competence, proactivity, qualification, organizational objectives and values, organizational history, politics, language domain, and integration with people. The new instrument has 54 items and it was applied to 903 public functionaries in two institutions. The answers to questionnaire were submit to a factor analysis (principal axis-factoring with direct oblimin rotation) and seven factors were found: access to information (a=0,78; r2=0,24); competence and pro-activity (a=0,81; r2=0,06); integration with people (a=0,81; r2=0,06); un-integration to organization (a=0,70; r2=0,04); professional qualification (a=0,71; r2=0,03); organizational objectives and values (a=0,81; r2=0,03), and language and tradition (a=0,83; r2=0,03). The factorial structure corroborates partially the set of hypothetic factors and suggests that the questionnaire present satisfactory validity and consistence, and that it is better than the prior available questionnaire.en-US
dc.descriptionPlanejou-se a presente pesquisa com o objetivo de reconstruir e validar um questionário de socialização organizacional para funcionários do setor público. Partiu-se de questionário de socialização organizacional já validado anteriormente, confrontando-o com revisão da literatura, que revelou, nos últimos 15 anos, maior ênfase na proatividade dos indivíduos, bem como na importância atribuída ao acesso a informações. Para reconstruir os itens do Inventário de Socialização Organizacional, explorou-se a linguagem de servidores em entrevistas prestadas a estudo antecedente. Reconstruíram-se os itens, tendo em vista mensurar oito fatores hipotéticos da socialização organizacional: competência, proatividade, qualificação, objetivos e valores organizacionais, história da organização, políticas, domínio da linguagem e integração com pessoas. O novo instrumento ficou com 54 itens e foi aplicado a 903 servidores públicos de duas instituições públicas. As respostas aos questionários foram submetidas à análise fatorial (técnica dos eixos principais e com rotação oblíqua), tendo sido encontrados sete fatores: Acesso às Informações (a = 0,78; r2 = 0,24); Competência e Proatividade (a = 0,81; r2 = 0,06); Integração com as Pessoas (a = 0,81; r2 = 0,06); Não Integração com a Organização (a = 0,70; r2 = 0,04); Qualificação Profissional (a = 0,71; r2 = 0,03); Objetivos e Valores Organizacionais (a = 0,81; r2 = 0,03); e Linguagem e Tradição (a = 0,83; r2 = 0,03). A estrutura fatorial encontrada corrobora parcialmente o conjunto de fatores hipotéticos e sugere que o questionário apresenta validade e consistência satisfatória, sendo melhor do que o anteriormente disponível.pt-BR
dc.formatapplication/pdf-
dc.languagepor-
dc.publisherEditora Mackenziept-BR
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/RAM/article/view/2200/2391-
dc.relationhttp://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/RAM/article/downloadSuppFile/2200/1190-
dc.rightsDireitos autorais 2015 Revista de Administração Mackenziept-BR
dc.sourceRevista de Administração Mackenzie; v. 11, n. 4 (2010)en-US
dc.sourceRevista de Administração Mackenzie; v. 11, n. 4 (2010)es-ES
dc.sourceRevista de Administração Mackenzie; v. 11, n. 4 (2010)pt-BR
dc.source1678-6971-
dc.source1518-6776-
dc.subjectValidation of Questionnaire, Factor Analysis, Organizational Socialization, Measurement, Psychological Evaluation.en-US
dc.subjectValidação de Escala, Análise Fatorial, Socialização Organizacional, Mensuração, Avaliação Psicológica.pt-BR
dc.titleRE-BUILDING AND VALIDATION OF THE ORGANIZATIONAL SOCIALIZATION INVENTORYen-US
dc.titleRe-construção e validação de um inventário de socialização organizacionalpt-BR
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article-
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion-
dc.typeAvaliado por Parespt-BR
dc.typeSurveypt-BR
dc.coverageBrasilpt-BR
dc.coverageComteporaneidadept-BR
dc.coverageServidores públicospt-BR
Aparece nas coleções:Revista de Administração Mackenzie

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.