Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14722
Tipo do documento: Dissertação
Título: Termo-estabilização da blenda PLA/PBAT
Autor: Silva, Rafael Soares
Primeiro orientador: Fechine, Guilhermino José Macêdo
Primeiro membro da banca: Pereira, Nilson Casimiro
Segundo membro da banca: Bonse, Baltus Cornelis
Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a ação de aditivos (antioxidantes primários e secundários) no processo de estabilização térmica da blenda poli(ácido láctico)/poli(butileno adipato-co-tereftalato) - PLA/PBAT usando um reômetro de torque como ferramenta prévia de avaliação do processo de estabilização. Os aditivos Irganox 1010, Irganox 1076, Irganox B900, Irgafos 168 e o Flavonóide foram usados em duas concentrações, 0,3 e 0,5% em massa. A avaliação dos efeitos dos aditivos estabilizantes foi realizada por meio de monitoramento do torque durante mistura, medidas de massa molar, análises de infravermelho, turbidez e microscopia eletrônica de varredura das amostras após processamento. Realizou-se o monitoramento dos valores de torque da blenda pura e com adição de aditivos estabilizantes durante processamento por até 5 minutos em um misturador interno do tipo “Mixer” sob rotação de 60 rpm e temperatura de 180 oC. Dentro de uma série de antioxidantes primários e secundários, verificou-se o uso de alguns desses aditivos conseguiram valores de torque superior ou semelhante ao da blenda pura em determinadas concentrações (Irganox 1076, Irganox B900 e Irgafos 168). Medidas de massa molar mostraram que a blenda pura processada sofre um grande número de cisão de cadeias e que a maioria dos aditivos conseguiram ação estabilizante menos o flavonóide. Uma informação importante obtida por meio das análises de reometria de torque e massa molar é que um tempo maior de secagem evita fortemente as reações de hidrólise. Comparando-se os espectros de infravermelho da blenda pura e da blenda pura processada, nota-se que não aparecem nenhum novos picos relacionados ao processo degradativo. Através da análise de UV-Vis das soluções poliméricas verificou-se a presença de microestruturas poliméricas reticuladas em virtude das reações termo-oxidativas. Imagens obtidas por Microscopia Elletrônica de varredura (MEV), evidenciam a presença de duas fases distintas para a blenda pura processada, e o uso dos aditivos nas duas composições mostram uma diferenciação das fases muito menor que para blenda pura. Esses resultados indicam que existe a possibilidade do uso de aditivos comerciais usados para polímeros não-biodegradáveis em sistemas com polímeros biodegradáveis.
Abstract: This study aimed to evaluate the effects of additives (primary and secondary antioxidants) in thermal stabilization process of poly (lactic acid) / poly (butylene adipate-co-terephthalate) - PLA / PBAT using a torque rheometer as a preliminary tool evaluation of the stabilization process. The additives Irganox 1010, Irganox 1076, Irganox B900, Irgafos 168, and a flavonoid were used in two concentrations, 0.3 and 0.5% w/w. The assessment of the effects of stabilizing additives was carried out by monitoring the torque during mixing molar mass measurements, infrared analysis, turbidity and Scanning Electron Microscopy of the samples after processing. It carried out the monitoring of the pure blend torque values and addition of stabilizing additives during processing up to 5 minutes in an internal mixer of the type "mixer" under rotation of 60 rpm and a temperature of 180 °C. Within a series of primary and secondary antioxidants, it was found that some of these additives failed torque values greater than or similar to the pure blend at certain concentrations (Irganox 1076, Irganox B900 and Irgafos 168). molar mass measurements showed that pure processed blend undergoes a large number of chain scission and most additives stabilizing action achieved unless the flavonoid. One important information obtained through analyzes of torque rheometry and molar mass that is higher drying time strongly prevents hydrolysis reactions. Comparing the infrared spectra of pure and pure blend blend processed, there is not the appearance of no new peak occurs due to the degradative process. By UV-Vis analysis of the polymer solutions we verified the presence of crosslinked polymer microstructures due to thermo-oxidative reactions. Images obtained by scanning Elletrônica Microscopy (SEM), one can observe the presence of two distinct phases for the pure blend processed, and the use of additives in both compositions show a much smaller difference of phases to blend pure. These results indicate the possibility of using commercial additives used for non-biodegradable polymers in systems using biodegradable polymers.
Palavras-chave: blenda PLA/PBAT;  reometria de torque;  ermo-estabilização
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Escola de Engenharia Mackenzie (EE)
Programa: Engenharia de Materiais
Citação: SILVA, Rafael Soares. Termo-estabilização da blenda PLA/PBAT. 2016. [92 f.]. Dissertação( Engenharia de Materiais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [São Paulo] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2854
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14722
Data de defesa: 20-Mai-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2854/5/Rafael%20Soares%20Silva.pdf
Aparece nas coleções:Engenharia de Materiais - Dissertações - EE Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.