Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14707
Tipo do documento: Tese
Título: Conhecimento tácito nos processos decisórios não-estruturados
Autor: Lucena, Fábio de Oliveira
Primeiro orientador: Popadiuk, Silvio
Primeiro membro da banca: Miguel, Lilian Aparecida Pasquini
Segundo membro da banca: Mazzon, José Afonso
Terceiro membro da banca: Teixeira, Maria Luiza Mendes
Quarto membro da banca: Imonia, Joshua Omone
Resumo: Quando o processo decisório não tem prévio conjunto ordenado e explícito de respostas ao problema encontrado, trata-se de um processo decisório não-estruturado (PDNE). Neste tipo de processo, a participação dos decisores é caracterizada por um conhecimento que é derivado de um acúmulo de evidências indiretas, provavelmente, decorrentes de conhecimento tácito, relacionados a aspectos como experiência, percepção, intuição e outras manifestações. O conhecimento tácito pode ser definido como um conhecimento derivado da experiência e do aprendizado formal, difícil de ser explicitado, mesmo em linguagens não convencionais, contextualizado em ações dirigidas a objetivos práticos e que pode ser adquirido sem necessariamente se recorrer a instruções explícitas. Estudos que revelem a inserção do conhecimento tácito com as suas diversas manifestações em situações complexas de decisão são escassos e, no tocante ao processo decisório não-estruturados, são inexistentes. Nesse sentido, a presente pesquisa teve como objetivo identificar as manifestações e/ou fluxos do conhecimento tácito nos processos decisórios não-estruturados. Os objetivos secundários foram caracterizar os elementos constitutivos do PDNE nas decisões investigadas e identificar elementos que evidenciem a presença do conhecimento tácito em decisões organizacionais. A investigação foi desenvolvida numa abordagem qualitativa, por meio de um estudo de múltiplos casos, e se aplicaram entrevistas semiestruturadas a dez executivos, que pertenciam a segmentos distintos da economia. O tratamento e análise dos dados foram realizados segundo a técnica de análise interpretativa de texto de Flores (1994). Os resultados indicaram que houve inserção do conhecimento tácito em todas as rotinas do PDNE. Concluiu-se também pela necessidade de se adicionar, de forma explícita, a rotina de avaliação ao modelo de PDNE de Mintzberg, Raisinghani e Théorêt (1976), pois foram igualmente evidenciados elementos do conhecimento tácito nesta etapa do processo decisório.
Abstract: When the decision-making process has not a prior, ordered and explicit set of responses to an identified problem, it is called an unstructured decision process. In this type of process, the participation of decision-makers is characterized by a knowledge that is derived from the accumulation of indirect evidences, probably resulting from tacit knowledge related to aspects such as experience, perception, intuition and other manifestations. Tacit knowledge can be defined as knowledge derived from experience and formal learning, difficult to be explained, even in unconventional languages, contextualized in actions towards practical objectives that can be acquired without necessarily resorting to explicit instructions. Studies reveal that the inclusion of tacit knowledge in its various manifestations in complex decision situations are scarce and, as regards to unstructured decision-making process are non-existent. In this sense, this research aimed to identify the manifestations and/or fluxes of tacit knowledge in unstructured decision process. Secondary objectives were the characterization of the constituent elements of the unstructured decision process on the decisions investigated and identification of elements that demonstrate the presence of tacit knowledge in organizational decisions. The research developed a qualitative approach, through a study of multiple cases, and applied semistructured interviews to ten executives belonging to different segments of the economy. The analysis of data was carried out according to Flores (1994) interpretative analysis of text technique. The results indicated that there was insertion of tacit knowledge in all unstructured decision making routines. It was also concluded the need to explicitly add the routine of evaluation to the Mintzberg, Raisinghani e Théorêt (1976) model, because it was also identified elements of tacit knowledge at this stage of the decision-making process.
Palavras-chave: processo decisório não-estruturado;  conhecimento tácito;  decisões estratégicas;  avaliação
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: LUCENA, Fábio de Oliveira. Conhecimento tácito nos processos decisórios não-estruturados. 2016. [135 f.]. Tese (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [São Paulo].
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2822
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14707
Data de defesa: 7-Jun-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2822/5/F%C3%A1bio%20de%20Oliveira%20Lucena.pdf
Aparece nas coleções:Administração de Empresas - Teses - CCSA Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.