Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14633
Tipo do documento: Dissertação
Título: Linha 10 turquesa da CPTM: a difícil transformação de uma ferrovia de cargas para o transporte de passageiros
Autor: Requeña, Carlos Alberto
Primeiro orientador: Righi, Roberto
Primeiro membro da banca: Simões Junior, José Geraldo
Segundo membro da banca: Padovano, Bruno Roberto
Resumo: A cidade de São Paulo e sua região metropolitana estão intimamente ligados à história da ferrovia, principalmente às linhas do corredor Santos a Jundiaí que corresponde à primeira ferrovia do Estado de São Paulo. Essa ligação ferroviária proporcionou as condições necessárias ao desenvolvimento econômico de São Paulo, pois dinamizou o transporte do café em direção ao porto para exportação e, no momento posterior, distribuiu as matérias primas, produtos e os trabalhadores da indústria. A ferrovia foi o meio pelo qual tomou forma metropolização de São Paulo, com as estações ferroviárias tornando-se as centralidades das localidades que, mais tarde, originaram vários municípios, dentre os quais os formadores da região conhecida como “Grande ABC paulista”, região fortemente industrializada e de importância relevante no cenário econômico nacional. A adoção de políticas de desenvolvimento rodoviário a partir da segunda metade do século XX, em detrimento da infraestrutura ferroviária pré-instalada, contribuíram para o quadro de estagnação desse modal de transporte, que sofreu pela diminuição dos recursos públicos para sua modernização e também pela redução da atividade industrial em sua orla, atribuída a mudanças na economia que desestimularam a concentração industrial nos grandes centros urbanos. Após tentativas próprias de resgatar o potencial das ferrovias no quadro de transportes do país, o Governo Federal privatizou o transporte ferroviário de cargas e passou para a administração do Estado de São Paulo o sistema de transporte de passageiros na década de 1990. A CPTM, resultado dessa segunda ação, vem empreendendo esforços na recuperação e melhoria do sistema de transporte ferroviário de passageiros, aplicando recursos na recuperação e melhoria de todas as ferrovias que prestavam serviço de transporte de passageiros na RMSP. Dentre suas seis linhas, percebe-se um desequilíbrio na implantação dessas melhorias que, na prática, mitigariam os problemas de mobilidade da metrópole. A Linha 10 – Turquesa é a mais atrasada em receber obras de melhorias apesar de ligar a estação Brás ao município de Rio Grande da Serra, passando justamente pelo Grande ABC, cidades outrora industriais e de razoável desenvolvimento econômico. Esse desequilíbrio se faz ainda mais perceptível ao comparar a Linha 10 – Turquesa à Linha 9 – Esmeralda, única linha totalmente modernizada e que atende à região mais desenvolvida da Cidade de São Paulo, concentrando a parcela da população de mais alta renda e o novo polo econômico terciário em formação na região da Avenida Luiz Carlos Berrini e Faria Lima. Uma análise mais pormenorizada determina que esse desequilíbrio é ocasionado por fatores econômicos mais complexos, relacionados à movimentação de cargas pelo porto de Santos, cuja linha 10 – Turquesa da CPTM ainda desempenha importante função complementar no fluxo de cargas. Esse estudo, visa além de apresentar as peculiaridades operacionais do sistema ferroviário, também exibir as dificuldades particulares da Linha 10 – Turquesa, que ainda convive fortemente com a atividade de cargas além de resquícios da atividade industrial atrelada à ferrovia, a interferirem diretamente no seu desempenho operacional no transporte de usuários.
Abstract: The city of São Paulo and the metropolitan region are closely linked to the history of the railroad, especially the lines of the corridor Santos to Jundiai corresponding to the first railway in the state of São Paulo. This rail link has provided the conditions for economic development of São Paulo, for streamlined coffee transport towards the port for export in a later period attire, distributed raw materials, products and industrial workers. The railroad was the means by which the metropolization form of São Paulo, took form with the railway stations becoming the centrality of the locations that later originated several municipalities, among which the leading center of the region known as "Grande ABC" (Great ABC), heavily industrialized region, of great importance in the national economic scenario. The adoption of road development policies from the second half of the twentieth century, at the expense of pre-installed railway infrastructure contributed to the stagnation of this mode of transport, which has suffered the reduction of public resources for modernization and also by reducing of industrial activity on its edge, attributed to changes in the economy that discouraged the industrial concentration in large urban centers. After its attempt to rescue the railways its of the general context of country’s the transport at on framework, the federal government privatized the cargo railway and handed to the state administration passenger transport system, in the 1990s. The CPTM (Paulista Company of Metropolitan Transportation), result of this second action, the has been making efforts in the recovery and improvement of the railway system of passengers, applying resources in the recovery and improvement of all the railways, providing passenger transport services in the RMSP (São Paulo Metropolitan Region). Among its six lines, one sees an imbalance in the implementation of these improvements in practice; mitigate the metropolis of mobility problems. Line 10 - Turquoise is the most recent one to receive improvement Works, despite connecting the Bras station to the municipality of Rio Grande da Serra, through the Great ABC, once industrial cities and reasonable economic development. This imbalance is even more noticeable when comparing Line 10 - Turquoise to Line 9 - Emerald, the only fully modernized line and meets the most developed region of the City of São Paulo, focusing the portion of the population with the highest income and the new tertiary economic pole located in the Luiz Carlos Berrini and Faria Lima region. A more detailed analysis shows that this imbalance is caused by more complex economic factors related the movement of cargo through the port of Santos, whose line 10 - Turquoise CPTM still plays an important complementary role in cargo flow. This study aims and presents the operational peculiarities of the rail system, display the particular difficulties of Line 10 - Turquoise, which still lives strongly with the activity of cargo transportation due to remnants of linked industrial activity to the railroad, causing an interference directly related to their operational performance with regards to passenger transportation.
Palavras-chave: mobilidade urbana;  integração intermodal;  desenvolvimento ferroviário
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: REQUEÑA, Carlos Alberto. Linha 10 turquesa da CPTM: a difícil transformação de uma ferrovia de cargas para o transporte de passageiros. 2016. [220 f.]. Dissertação( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, [São Paulo] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2883
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14633
Data de defesa: 4-Ago-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2883/5/Carlos%20Alberto%20Reque%C3%B1a.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.