Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14619
Tipo do documento: Tese
Título: Peles de vidro: otimização do desempenho da luz natural difusa em fachadas envidraçadas
Autor: Risso, Erika Ciconelli de Figueiredo
Primeiro orientador: Pisani, Maria Augusta Justi
Primeiro membro da banca: Fretin, Dominique
Segundo membro da banca: Granado Júnior, Milton Vilhena
Terceiro membro da banca: Monteiro, Leonardo Marques
Quarto membro da banca: Souza, Roberta Vieira Gonçalves de
Resumo: O consumo de energia dos sistemas de iluminação artificial e ar-condicionado impactam no custo de manutenção dos edifícios. A análise do consumo energético em edifícios indica que, embora haja equipamentos cada vez mais eficientes, a produção de energia é menor do que a demanda, indicando a necessidade de melhorar a utilização dos recursos naturais. A viabilidade do aproveitamento da luz natural está condicionada a alguns fatores, como transmissão luminosa dos vidros, pé-direito do pavimento, forma e dimensões da planta tipo, dimensão das aberturas, modelo de céu e uso de proteções solares. Esta pesquisa propõe a discussão acerca do desempenho da luz natural difusa, resultante do emprego das peles de vidro, proteções solares e prateleiras de luz, nas Torres A e B do Rochaverá Corporate Towers, na cidade de São Paulo, por meio de simulações estáticas e dinâmicas, desenvolvidas nos softwares ReluxPro e Daysim. Na primeira etapa do trabalho foram feitos levantamentos dos dados de irradiação solar global na horizontal da cidade de São Paulo, em bases meteorológicas do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, IAG, para aplicação do modelo matemático de Liu e Jordan (1960), com o intuito de identificar a frequência de ocorrência dos modelos de céu: claro, encoberto, parcialmente encoberto com dominância para o claro e parcialmente encoberto com dominância para o difuso. Durante a segunda etapa foi estudado o desempenho das fachadas originais das Torres A e B do Rochaverá Corporate Towers, assim como os sistemas propostos, por meio de simulações computadorizadas. A combinação de tipos de vidros, proteções solares e prateleiras de luz indicaram a redução da incidência da luz solar direta e a ampliação da distribuição da luz natural difusa. Por meio das duas etapas foi possível delinear parâmetros que podem auxiliar as decisões projetuais.
Abstract: The consumption of energy by artificial lighting and air-conditioning systems is the most costly element of building maintenance. Analyses of energy consumption indicate that, although systems are becoming more efficient, in the long term, energy production will not be able to keep up with demand, indicating the need to improve our use of natural resources. The viable use of daylight in office interiors is subject to certain factors, such as glass light transmission, ceiling height, building shape and dimension, the quantity and size of openings, sky model, and the use of solar protections, among others. This study examines the performance of diffuse daylight as the result of the glass facade, solar protection, and light shelves utilized in Towers A and B of the Rochaverá Corporate Towers, in São Paulo, SP, Brazil, through static and dynamic simulations in the programs ReluxPro and Daysim. The study was divided into two parts; the first part involved the acquisition of meteorological data from databases maintained by the Institute of Astronomy, Geophysics and Atmospheric Sciences, IAG. Global solar radiation data was entered into Liu and Jordan’s mathematical model in order to determine the frequency of three basic sky models: clear sky, intermediate sky and overcast sky. The second part of the study assessed the actual performance of the systems in Towers A and B, as well as the projected performance of the proposed systems for both towers. The combination of types of glazing, solar protection and light shelves reduces the incidence of direct sunlight in office interiors and widens the distribution of diffuse daylight. Through this examination it was possible to outline parameters that could influence design decisions.
Palavras-chave: arquitetura;  luz natural;  vidros;  proteções solares;  prateleira de luz;  simulação computadorizada
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: RISSO, Erika Ciconelli de Figueiredo. Peles de vidro: otimização do desempenho da luz natural difusa em fachadas envidraçadas. 2016. 192 f. Tese( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2881
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/14619
Data de defesa: 9-Mai-2016
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2881/5/Erika%20Ciconelli%20De%20Figueiredo.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Teses - FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.