Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13973
Tipo do documento: Dissertação
Título: Marcas intertextuais no discurso publicitário da aspirina: se é Bayer, é bom
Autor: Baraldi, Vanessa de Paula Zagnole
Primeiro orientador: Brito, Regina Helena Pires de
Primeiro membro da banca: Borges, Maria Zélia
Segundo membro da banca: Casagrande, Nancy dos Santos
Resumo: A presente dissertação visa levantar as marcas intertextuais presentes especificamente em anúncios impressos da Bayer no segmento Aspirina, uma vez que esta indústria, presente no Brasil desde 1896 e destaque no meio farmacêutico com suas peças publicitárias, marcou a história da propaganda brasileira. Para atingir o objetivo pretendido, foram selecionadas seis peças publicitárias dos anos 40, 50, 90 e 2000, retiradas de revistas de grande veiculação como Cláudia, Manchete e o Jornal Folha de São Paulo. Do ponto de vista teórico, fundamentou-se na Lingüística Textual, especialmente com as obras de Kristeva (1978), Koch (1986, 2000, 2006 e 2007), Fiorin (1999), Valente (1999) e Maingueneau (2004). Como resultado, observou-se que as peças publicitárias da marca Bayer ocupam a memória intelectual e fotográfica de seus consumidores, por se tratar, na maioria das vezes, de assuntos ligados ao cotidiano e ao mesmo tempo, por dialogar com fatos importantes da história.
Abstract: This dissertation intends to examine the intertextual marks present specifically on print ads in the segment of Bayer Aspirin. Bayer is present in Brazil since 1896, by winning high in the pharmaceutical, their Ads marked the history of Brazilian advertising. To deal with the intended aim, six pieces were selected among 40, 50, 90 and 2000, it was taken from magazines of major serving as Claudia, Manchete and Folha de São Paulo newspaper. This study is based on the Textual Linguistic, using the theory by Kristeva (1978), Koch (1986, 2000, 2006 e 2007), Fiorin (1999), Valente (1999) e Maingueneau (2004). It observed that the publicity plays of the Bayer was kept on the memory intellectual and photography of the medicines consumers because the mark threat about the daily subjects and, the same time, because its dialogues with the most important facts of the history.
Palavras-chave: intertextualidade;  discurso publicitário;  lingüística textual;  intertextuality;  publicity speech;  textual linguistic
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: BARALDI, Vanessa de Paula Zagnole. Marcas intertextuais no discurso publicitário da aspirina: se é Bayer, é bom. 2008. 93 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2258
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13973
Data de defesa: 26-Ago-2008
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2258/1/Vanessa%20de%20Paula%20Zagnole%20Baraldi.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.