Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13929
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os juntivos causais e concessivos do português brasileiro na perspectiva cognitivo-funcional: uma análise da ligação conceptual dos elementos gramaticais em uso nessa zona adverbial
Autor: Coneglian, André Vinícius Lopes
Primeiro orientador: Neves, Maria Helena de Moura
Primeiro membro da banca: Barros, Diana Luz Pessoa de
Segundo membro da banca: Ferrari, Lilian Vieira
Resumo: Numa perspectiva funcionalista que se combina à perspectiva cognitivista dos espaços mentais, o estudo se dirige à língua em uso como guia para estrutura do sistema conceptual humano. o objetivo geral desta pesquisa é verificar, dentro da zona adverbial de causalidade-condicionalidade-concessividade, como se manifestam no português brasileiro as relações gramaticais, e, a partir daí, configurar a contraparte da rede dos espaços mentais estabelecida nesse território. os objetivos específicos são verificar e interpretar: a) a ligação conceptual das categorias de causa e concessão; b) a materialidade linguística dos juntivos e sua pré-configuração de espaços mentais; c) o uso dos elementos juntivos nos diferentes domínio conceptuais (conteúdo, epistêmico, atos de fala e metalinguístico); d) o uso dos tempos e modos verbais específicos aos juntivos e a configuração da rede de espaços mentais por eles estabelecida; e) a ordenação dos segmentos nas construções adverbiais e a configuração da rede de espaços mentais por eles estabelecida. a partir da lista de itens juntivos apresentada em neves (2000) foram selecionados três itens juntivos de cada relação: entre os causais se analisaram já que, uma vez que e visto que; entre os concessivos, se analisaram ainda que, mesmo que e se bem que. neste estudo, foram considerados dados de língua escrita e de língua falada coletados no banco de dados do corpus do português. as análises abrangeram os pontos de investigação propostos: (i) a natureza morfossemântica dos itens juntivos causais e dos itens juntivos concessivos; (ii) a ordenação dos segmentos adverbiais em relação aos segmentos nucleares; (iii) a correlação entre tempo e modo dos verbos nessas construções adverbiais; (iv) a presença de traços de (inter)subjetividade nas construções adverbiais de causa e de concessão. o encaminhamento das análises, a partir dos objetivos traçados, convergiu na hipótese central de que o item juntivo utilizado na explicitação das relações adverbiais particulariza a relação entre o segmento nuclear e o segmento adverbial. quanto aos objetivos específicos, verificou-se que: a) a ligação conceptual entre causalidade e concessividade se explica a partir das noções do sistema cognitivo de dinâmica de forças; b) a base lexical dos itens juntivos, ligada às propriedades das categorias de causa e de concessividade; c) esses itens mostraram uma preferência por domínios específicos, ainda que os itens juntivos sejam pragmaticamente ambíguos por ocorrerem nos diversos domínios conceptuais; d) a correlação modo-temporal nas construções causais e concessivas tem as funções mais gerais de tanto marcar a postura epistêmica do falante como de marcar o encaixamento e a hierarquia dos espaços mentais ativados; e) a ordem nas construções causais e concessivas é motivada pela função semântica e pela função pragmática exercidas pelos segmentos adverbiais. O estudo revelou que a complexidade estrutural dessas construções é um reflexo de sua complexidade semântica e pragmática quanto às funções semântico-discursivas que essas construções exercem no discurso e quanto à configuração dos espaços mentais elaborados, construídos e evocados por elas.
Abstract: In a functional perspective combined to the cognitive perspective of mental spaces, this study focuses on language use as a guidepost to the structure of human conceptual system. the main goal of this research is to verify how grammatical relations are held within the adverbial zone of causalities and, based on that, configure the mental spaces network evoked by these constructions. the specific goals of this project are verifying and analyzing: a) the conceptual connection between the categories of cause and concession; b) the linguistic elements in the construal of the connective and its mental spaces configuration; c) the usage of connectives relative to conceptual domains (content, epistemic, speech act and metalinguistic); d) the usage of tense and mood related to specific connectives and how these categories configure mental spaces; e) the order in these adverbial constructions. based on the list provided by neves (2000), it were selected three adverbial conjunctions in each domain: in the causal domain, já que, uma vez que and visto que; in the concessive domain, ainda que, mesmo que, se bem que. in this study, the corpus came from spoken and written language data available at corpus do português. the analyses considered the following points: (i) the morphosemantic nature of the causal and concessive connectives; (ii) the order of the clauses in the adverbial constructions; (iii) the tense and mood correlations in these constructions; (iv) the presence of traits of (inter)subjectivity in these constructions. these analyses converged on the main hypothesis that the connective used to express causality or concessivity particularizes the relation between adverbial and matrix clause. Regarding specific goals, it was found that: a) the conceptual connection between causality and concessivity lies in more fundamental notions of force dynamics; b) the lexical base of the connectives bears relation to categorial properties of causality and concessivity; c) the connectives show preference for conceptual domains, even though they are pragmatically ambiguous; d) the tense and mood correlations concessive and causal constructions serve to more general functions of signaling epistemic stance and mental spaces embedding; e) the order in these constructions is motived and constrained by the sematic and discursive functions of the adverbial clause. this study revealed that structural complexity in these constructions is a consequence of their semantic and pragmatic complexity with respect to their semantic-pragmatic functions in discourse and with respect to the mental spaces network configuration.
Palavras-chave: causalidade;  concessividade;  espaços mentais;  linguística funcional;  causality;  concessivity;  mental spaces;  functional linguistics
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: CONEGLIAN, André Vinícius Lopes. Os juntivos causais e concessivos do português brasileiro na perspectiva cognitivo-funcional: uma análise da ligação conceptual dos elementos gramaticais em uso nessa zona adverbial. 2015. 190 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2207
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13929
Data de defesa: 19-Jun-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2207/1/Andre%20Vinicius%20Lopes%20Coneglian.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.