Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13917
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo da relação entre a sociolinguística e a sala de aula: um embate no ensino da língua materna
Autor: Barbosa, Kédma Keila Gonçalves
Primeiro orientador: Guimarães, Alexandre Huady Torres
Primeiro membro da banca: Batista, Ronaldo de Oliveira
Segundo membro da banca: Garcia, Ana Gracinda Queluz
Resumo: O presente estudo tem o objetivo de desenvolver um olhar crítico que permita reconhecer com imparcialidade e lucidez a realidade do ensino da Língua Portuguesa no contexto da rede pública estadual. Procurou-se fazer, por meio desta pesquisa científica, uma reflexão pormenorizada sobre a relação da sociolinguística com a prática pedagógica e, buscando reconhecer nos documentos que estabelecem e parametrizam o Ensino Fundamental-Ciclo II, qual o direcionamento curricular, os recursos didáticos, a aplicação e a avaliação do processo ensino-aprendizagem da língua materna, valorizando as diferentes situações de uso e refletindo sobre a linguagem. Nesse sentido, questionou-se como se dá (ou não) a aprendizagem da língua no âmbito escolar; não somente quanto a sua expressão de acordo com a norma-padrão, mas também das possíveis intencionalidades, variações e identidades que a linguagem pode fornecer enquanto instrumento de comunicação e reconhecimento social. Por essas razões é que se fez necessário explorar o espaço e as contribuições da sociolinguística nas aulas cuja base seja a formação de concepções da linguagem como interação entre sujeitos em sociedade (sociointeracionista) na qual implica a capacidade dos sujeitos sociais de participar ou também construir conhecimentos gramaticais renovados, resultando em ações que refutem a discriminação e o preconceito linguístico. Para tanto, é necessário ao professor de língua materna possuir uma boa formação linguística, visto que, ainda é comum ver muitos equívocos da parte de docentes que lidam com o ensino de forma superficial, descontextualizada ou que pensam na disciplina de Língua Portuguesa como algo isolado e normativo; sem contar os que, por não compreenderem totalmente certas perspectivas, ignoram seu importante papel no desenvolvimento de habilidades e competências voltadas à análise da linguagem, bem como, sua intervenção no momento da correção e das reflexões acerca da escrita e da fala.
Abstract: The present study has the objective of developing a critical view that allows the recognition of the real Portuguese language teaching condition with impartiality and lucidity inside state public school system. This research has tried to reflect minuciously the relation of the sociolinguistic with the pedagogic practice and trying to recognize inside the documents that establish and parametrize the primary education second cycle, what is the curricular direction, the didact resources, the application and evaluation of the teaching-learning process of the mother language, valuing the different situations of use and reflections about the language this way, arguing how it works (or not) the language learning inside schools; not only related to its expression in the cultured language, but also to the possible intentionalities, variations and identities that the language can furnish while it is an comunication instrument and social recognition. For these reasons it became necessary to explore the sociolinguistic space and contribution in classes which base is the conception of language as interaction between man in society (sociointeractionist) in which it implies the capacity of the social subjects to take part in or also construct renewed grammatical knowledge, resulting in actions that refute the discrimination and the linguistic prejudice. Therefore it is necessary to the mother language teacher to have a great linguistic formation. As it is common to see many teachers misconceptions that deals with college teaching, descontextualized or that think about the Portuguese discipline as something apart and normative, without mentioning those who does not fully comprehend certain perspectives, ignore your important role in developing habilities and skills turned to the language analysis, as well as its intervention at correction and the reflections about writing and speaking.
Palavras-chave: sociolinguística;  ensino;  currículo;  avaliação;  preconceito linguístico;  sociolinguistic;  teaching;  curriculum;  evaluation;  linguistic prejudice
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::SOCIOLINGUISTICA E DIALETOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: BARBOSA, Kédma Keila Gonçalves. Estudo da relação entre a sociolinguística e a sala de aula: um embate no ensino da língua materna. 2014. 96 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2195
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13917
Data de defesa: 7-Ago-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2195/1/Kedma%20Keila%20Goncalves%20Barbosa.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.