Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13909
Tipo do documento: Dissertação
Título: Entre aspas : uma análise das funções metaenunciativas das aspas em editoriais dos jornais Agora São Paulo e Folha de S. Paulo
Autor: Barros, Marcelo Fleuri de
Primeiro orientador: Hilgert, José Gaston
Primeiro membro da banca: Nunes, Elida Jacomini
Segundo membro da banca: Leite, Marli Quadros
Resumo: A linguagem é originariamente heterogênea e, consequentemente, o discurso também o é, haja vista que não há discurso original, todos discursos são provenientes de outros discursos que dialogam entre si, influenciando uns aos outros. O discurso jornalístico, por sua vez, não foge à regra, ao contrário, nele é possível perceber um traspassamento de diversas vozes, o que comprova seu caráter heterogêneo. Recurso recorrente e que evidencia a heterogeneidade no texto jornalístico, as aspas têm, entre outras utilidades, marcar a alteridade, o discurso do outro na construção dos textos de forma a caracterizar distância entre as palavras do enunciador e o enunciado posto entre aspas, visando preservar a objetividade jornalística. As aspas também são usadas quando o enunciador quer evidenciar que uma palavra ou expressão utilizada em seu discurso é estranha a seu repertório linguístico. Também é possível que o enunciador queira demonstrar que a palavra aspeada está sendo usada num contexto diferente do usual, atribuindo-lhe um sentido diferente. E há, ainda, o aspecto irônico que também pode ser evidenciado pelas aspas. Independentemente dos motivos pelos quais são usadas, as aspas, na maioria das situações, imputarão um caráter metaenunciativo às palavras que marcam, gerando uma expectativa de interpretação cuja responsabilidade é atribuída predominantemente ao leitor. Considerando esse caráter metaenunciativo, é finalidade deste trabalho analisar as aspas sob tal aspecto, em textos jornalísticos opinativos, os editoriais. Analisaremos 133 editoriais de cada jornal, a saber: Agora São Paulo e Folha de S. Paulo, sendo que outro de nossos objetivos é observar como se constituem os editoriais na construção dos sentidos dos textos, tendo em vista o perfil dos leitores de cada jornal. Para tanto, nos utilizaremos da teoria de Authier-Revuz classificando os usos encontrados de acordo com as não-coincidências do dizer .
Abstract: Language is originally heterogeneous and, consequently, the discourse is as well, considering that there is no original discourse, since all discourses come from other discourses that interact with and influence each other. The journalistic discourse, in turn, is no exception, on the contrary, it is possible to perceive several voices trespassing it, which proves its heterogeneous character. As a recurring resource that highlights the heterogeneity into the news text, among other uses, the quotes can mark the otherness, the discourse of others in the construction of texts in order to characterize distance between the utterer and the utterance of the words put in quotation marks to preserve the journalistic objectivity. Quotation marks are also used when the utterer wants to highlight a word or expression used in his discourse that is strange to his linguistic repertoire. It is also possible that the utterer wants to demonstrate that the word between quotation marks is being used in a different context than the usual one, giving it a different meaning. There is also the ironic aspect that can also be evidenced by the quotation marks. Regardless of the reasons the quotation marks are used, in most situations they feature a metaenunciative trait on the quoted words, creating an expectation of interpretation whose responsibility is attributed predominantly to the reader. Considering this metaenunciative character, the purpose of this work is to analyze the quotation marks in that aspect in the opinionated news texts called editorials. We will analyze 133 editorials from the newspapers Agora São Paulo and Folha de S. Paulo. Another of our goals is to observe how the editorials build up meanings within the texts, considering the profile of readers of each newspaper. To do so, we make use of the theory of Authier-Revuz, classifying the uses found for the non-coincidence of saying .
Palavras-chave: discurso;  heterogeneidade;  metaenunciação;  jornal;  editorial;  aspas;  discourse;  heterogeneity;  metaenunciation;  newspaper;  editorial;  quotation marks
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: BARROS, Marcelo Fleuri de. Entre aspas : uma análise das funções metaenunciativas das aspas em editoriais dos jornais Agora São Paulo e Folha de S. Paulo. 2014. 146 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2187
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13909
Data de defesa: 18-Fev-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2187/1/Marcelo%20Fleuri%20de%20Barros.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.