Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13892
Tipo do documento: Dissertação
Título: O cânone vicentino nas mídias digitais: um processo de reescrita pela ótica da educação básica
Autor: Peres, Anne Cristina Barbosa
Primeiro orientador: Guimarães, Alexandre Huady Torres
Primeiro membro da banca: Vasconcelos, Maria Lúcia Marcondes Carvalho
Segundo membro da banca: Machado, Jonas
Resumo: Nossa pesquisa teve como objetivo refletir sobre a inquietação indagadora acerca da importância da leitura em uma sociedade que pretende ter cidadãos reflexivos e críticos e a falta de motivação que o adolescente e o jovem têm para ler livros considerados pela academia como cânones literários. Desde o início da história da educação no Brasil, há a preocupação docente com a leitura e a escrita. Ultimamente, é comum ouvirmos os educandos reclamarem sobre as leituras obrigatórias e os docentes afirmarem que os alunos não leem os livros cânones, apenas recorrem a cadernos de resumos e aos textos de análise disponíveis também na internet, porém, a tecnologia pode ser utilizada como uma ferramenta contemporânea e motivadora para a leitura desses livros. O foco dessa pesquisa foi a prática pedagógica desenvolvida nas aulas de Língua Portuguesa do Ensino Médio de uma escola particular, situada no bairro de Higienópolis na cidade de São Paulo. Essa prática está calcada na apresentação e na análise de trabalhos desenvolvidos pelos discentes a partir da leitura do Auto da Barca do Inferno escrito por Gil Vicente, no século XV e lido e reescrito por eles, alunos, no século XXI, com o emprego das mídias digitais, que se mostraram eficazes nessa reescrita. Esse autor foi escolhido pela possibilidade plural de leitura de sua obra escrita com tom crítico, que podia conscientizar a sociedade portuguesa do século XVI sobre os problemas de respeito, de ética e de cidadania. Pudemos concluir que quando motivados os adolescentes leem e, como registrado nas orientações propostas pelos PCNs, conseguem desenvolver uma investigação histórica que permite reencontrar o mundo sob a ótica do escritor de cada época e compreender a atemporalidade das obras.
Abstract: The aim of our research was to reflect on the anxiety about the importance of reading in a society that wants to have reflective and critical citizens and about the lack of motivation that teenagers and young people have to read books considered literary canons by the Academy. Since the early history of education in Brazil, there is a concern about teaching of reading and writing. Lately, it has been common to hear the students complaining about the required readings and the teachers asserting that students do not read canon books, they just turn to books summaries and analysis texts that are also available on the Internet, however technology can be used as a motivating and as a contemporary tool for reading books. The focus of this research was the pedagogical high school practice developed in Portuguese classes in a private school in Higienopolis neighborhood in São Paulo. This practice is grounded in the presentation and analysis of Papers done by students from the reading of the Auto da Barca do Inferno written by Gil Vicente in the sixteenth century and which was read and rewritten by them, students in the twenty-first century, with the use of digital media that have proved effective in this rewriting. This author was chosen due to the possibility of plural reading of his written work with a critical tone that could educate the fifteenth century Portuguese society about issues of respect, ethics and citizenship. We concluded that since teenager are motivated they read and, as recorded in the guidelines proposed by the PCNs propose in their guidelines teenagers can develop a historical research that enables rediscover the world from the perspective of the writer of each age and understand the timelessness of the books histories.
Palavras-chave: leitura;  literatura;  cânone;  Gil Vicente;  reescrita;  mídias digitais;  reading;  literature;  canon;  Gil Vicente;  rewritten;  digital media
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: PERES, Anne Cristina Barbosa. O cânone vicentino nas mídias digitais: um processo de reescrita pela ótica da educação básica. 2013. 143 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2170
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13892
Data de defesa: 27-Ago-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2170/1/Anne%20Cristina%20Barbosa%20Peres.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.