Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13797
Tipo do documento: Tese
Título: A canção de protesto e o rock protesto: diálogos da democracia brasileira
Autor: Sorroce, Danilo Sérgio
Primeiro orientador: Bridi, Marlise Vaz
Primeiro membro da banca: Guimarães, Alexandre Huady Torres
Segundo membro da banca: Bastos, Neusa Maria Oliveira Barbosa
Terceiro membro da banca: Lourenço, José Roberto
Quarto membro da banca: Bedin, Olivo
Resumo: No decorrer deste estudo, procuramos focar nossa investigação sobre os diálogos estabelecidos entre a Canção de Protesto dos anos 1960 e 1970, em especial, os ocorridos em determinadas obras criadas por Gilberto Gil, Caetano Veloso e Chico Buarque de Holanda e algumas canções produzidas pelo rock politizado e de protesto lançado pelas bandas de Brasília: Capital Inicial, Plebe Rude e Legião Urbana, nos anos 1980. Assim, pudemos contextualizar a produção cultural, dentro desse período importante da história recente do Brasil. Através da teoria desenvolvida por Bakhtin, foram confrontados os diálogos entre interlocutores e discursos, o que nos permitiu produzir análises acerca das características e conteúdos dos diálogos travados entre o Velho Protesto e o Novo Protesto. A pesquisa admitiu apontar algumas convergências entre as canções analisadas, bem como, também, possibilitou-nos interpretá-las como elementos articuladores do período em que surgiram que, por conseguinte, evidencia-nos a atuação das canções de ambos os períodos como instrumento político de contestação.
Abstract: During this study we focused our research on dialogues between the Protest Song of 1960s and 1970s, especially those occurred in certain works created by Gilberto Gil, Caetano Veloso and Chico Buarque de Holanda and a few songs produced by politicized and protest rock launched by bands from Brasilia such as Capital Inicial, Plebe Rude and Legião Urbana in the 1980s, contextualizing this cultural production within an important period in the recent history of Brazil. Through the theory developed by Bakhtin, we were confronted with dialogues between speakers and speeches, which allowed us to produce analysis of the characteristics and content of the dialogues between the "Old" Protest and the "New" Protest. The investigation allowed us to point out some similarities between the songs analyzed, and also enabled us to interpret them as articulating elements of the period in which they arose, which is evident in the performance of songs from both periods as a political tool of contestation.
Palavras-chave: literatura;  sociedade;  canção de protesto;  rock dos anos 80;  literature;  society;  protest song
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Citação: SORROCE, Danilo Sérgio. A canção de protesto e o rock protesto: diálogos da democracia brasileira. 2015. 147 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2357
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13797
Data de defesa: 19-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2357/1/Danilo%20Sergio%20Socorre.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Teses - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.