Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13776
Tipo do documento: Tese
Título: A diversidade de versões do livro sagrado no jogo das vozes em interação
Autor: Lopes, Mariú Moreira Madureira
Primeiro orientador: Neves, Maria Helena de Moura
Primeiro membro da banca: Ferreira, João Cesário Leonel
Segundo membro da banca: Pinto, Elisa Guimarães
Terceiro membro da banca: Castilho, Ataliba Teixeira de
Quarto membro da banca: Pantaleoni, Nílvia Terezinha da Silva
Resumo: Livros sagrados se distinguem de quaisquer outros escritos por serem considerados textos de autoria divina, e por resguardarem em seu conteúdo uma mensagem de caráter histórico e trans-histórico (RIES, 2008). Tais características circunscrevem esses escritos em um contexto distinto de uso da linguagem e trazem implicações quanto à prática da tradução. No caso da Bíblia, os cristãos que a reverenciam aceitam-na como palavra divina e esperam que sua mensagem seja preservada, e nada nela seja alterado. Nesse sentido, traduções podem ou não atender às expectativas do público a que são destinadas, sujeitando-se ao que Simms (1997)chama de sensibilidade. Nessa linha, o objetivo desta tese é avaliar a sensibilidade na tradução do livro sagrado como uma prática que traduz o jogo de vozes existentes na interação, bem como discutir em que medida as relações entre a interação e os elementos sensibilidade, gênero e tradução, no contexto da tradução bíblica, podem sinalizar a existência de um modo de construção discursiva distinto, cujas nuanças podem ser derivadas do entrelaçamento entre linguagem e contexto. Dessa forma, com base na teoria funcionalista (HALLIDAY, 1978; 2004; HALLIDAY; HASAN, 1989; DIK, 1997; EGGINS, 2004), fez-se um estudo comparativo de aspectos linguístico-discursivos em sequências tipológicas do Novo Testamento a partir das seguintes versões bíblicas portuguesas usadas por católicos e protestantes: Versão Almeida revista e atualizada (1993, ARA); Bíblia de Jerusalém (2002, BJ); Tradução ecumênica (1994, TEB); Nova versão internacional (2001, NVI); Edição pastoral (1990, EP); Nova tradução na linguagem de hoje (2000, NTLH). Além disso, também se elaborou um questionário cujas perguntas tornaram possível avaliar expectativas do receptor referentes à tradução. Com esta pesquisa, verificou-se que as diversas versões bíblicas exercem funções distintas em diferentes contextos e atendem às necessidades do público receptor em situações específicas de uso.
Abstract: Sacred books are different from other books because they are considered texts of divine authorship and because they guard in their content a historical and transhistorical message (RIES, 2008). Such characteristics circumscribe these writings in a distinct context of the language use and bring implications in relation to the translation practice. In the case of the Bible, the Christians, who enshrine it accept it as divine Word and hope that its message is preserved, and nothing in it is changed. In this sense, translations may or may not cater to the expectations of the target public, being subjected to what Simms (1997) calls for sensibility. Along this line, this thesis aims to evaluate the sensibility in the translation of the sacred book as a practice that reveals the group of voices in the interaction and discuss as the relations between the interaction and the sensibility, genre and translation may signal the existence of a distinct discursive mode, whose nuances can be derived interlacement among language and context. Thus, based on the functionalist theory (HALLIDAY, 1978; 2004; HALLIDAY; HASAN, 1989; DIK, 1997; EGGINS, 2004), a comparative study of linguistic and discursive aspects in textual sequences of the New Testament was done, from following Biblical Portuguese versions used by Catholics and Protestants: Versão Almeida revista e atualizada (1993, ARA); Bíblia de Jerusalém (2002, BJ); Tradução ecumênica (1994, TEB); Nova versão internacional (2001, NVI); Edição pastoral (1990, EP); Nova tradução na linguagem de hoje (2000, NTLH). Besides this, a questionnaire was prepared with questions whose aim was to analyze receptors expectations about Biblical translation. With this research, it was observed that the various biblical versions have distinct functions in different contexts and cater to the expectations of the target public in for use in particular situations.
Palavras-chave: Bíblia;  contexto de cultura;  contexto de situação;  metafunções da linguagem;  texto sensível;  tradução;  Bible;  culture context;  situation context;  language metafunction;  sensitive text;  translation
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Letras
Programa: Letras
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2336
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13776
Data de defesa: 22-Set-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2336/1/Mariu%20Moreira%20Madureira%20Lopes.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Teses - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.