Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13692
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os Jetsosn como espectro da sociedade: análise crítica do desenho animado The Jetsons sob a ótica do conceito de espetáculo de Debord
Autor: Costa, Márcia Maria Arco e Flexa Ferreira da
Primeiro orientador: Tiburi, Marcia Angelita
Primeiro membro da banca: Gottlieb, Liana
Segundo membro da banca: Giora, Regina Célia Faria Amaro
Resumo: A presente dissertação se propôs a analisar criticamente três episódios do desenho animado The Jetsons, de 1968, inter-relacionando seus diversos temas e imagens com os aforismos do filósofo Guy Debord, em sua obra A Sociedade do Espetáculo, de 1967. Essa análise crítica buscou refletir acerca do desenho animado como espectro da sociedade, compreendendo espectro como imagem fantasmagórica, sombra ou reflexo do real. No contexto deste trabalho o real se confunde com o espectro, pois, imbricados, recriam as relações na sociedade, reificando tudo e todos, trazendo à tona a relação do espectador consumidor, do personagem fictício criado na relação social mediada por imagens. Buscando a compreensão entre o sujeito ou o indivíduo que se assevera enquanto tal, mas é imagem alienada de um homem reificado que, enquanto mercadoria, se relaciona através de um mundo de imagens que ele pensa serem reais, mas que conduzem sua história e suas relações em sociedade. Problematizamos o modo como os desenhos são vistos de forma pouco reflexiva, de maneira geral vistos ingenuamente por pais, professores, educadores e crianças , sem a devida interpretação ou diálogo acerca das imagens e temas consumidos através da tela da televisão nos mais variados objetos e comportamentos. Frente à relevância do desenho animado na cultura, educação e formação infantil, pontuamos, através da decupagem dos episódios, a relação de diversos atributos do desenho à leitura que Debord já fazia da sociedade e que, noutro sentido, prefigura a sociedade ainda por vir. Quanto à inserção do termo indústria multicultural , este se deu por supor um passo além da indústria cultural, no sentido de que o desenho animado, neste contexto, é um produto a ser consumido em muitos países para ser rentável, sendo, portanto, comprado por diversas culturas. A natureza dos inúmeros temas tratados nos desenhos animados pareceu muito relevante frente à sociedade e ao cidadão em formação e, por esta razão, pontuaram-se questões como tecnologia, consumo, alienação e violência, entre os temas tratados no desenho e tão pertinentes ao desenvolvimento dos educandos cidadãos formados ao longo da história.
Abstract: This dissertation aims to examine three episodes of the cartoon The Jetsons, from 1968, interrelating its various themes and images with the aphorisms of the philosopher Guy Debord in his book The Society of the Spectacle, 1967. This review sought to reflect on the cartoon as a spectrum of society, understanding spectrum as a ghostly image, shadow or reflection of reality. In the context of this work is indistinguishable from the real spectrum, therefore, overlapping, recreate the relationships in society. Reifying everything and everyone. Showing the relationship of the consumer audience, the fictional character that leaves in a society where relations are mediated by images. Seeking understanding between the individual and an alienated image of a man who is reified, while, in fact, is connected through the world by images that he thinks are real, but that lead for the individuals, their history and their relations in society overstepping themselves. We question how cartoons are seen from an outthought and generalist point of view many times. Naively seen by parents, teachers, educators and children - without proper interpretation and dialogue about the images, where themes are consumed through the television screen in a variety of ways and behaviors. Facing the relevance of the cartoon in culture, education and in children training, we point out through the decoupage of the episodes, the relationship of many attributes of the cartoon that were already described by Debord's understanding of the society and that, in another sense, prefigures the society to come. As for the insertion of the term "multicultural industry", this happened by assuming a step beyond the cultural industry, in the sense that the cartoon in this context is a product to be consumed in many countries in order to be profitable, therefore, has to be purchased by various cultures. The nature of the different subjects covered in the cartoon seems very relevant to society as growing students and futures citizens throughout history. For that reason, scored-issues such as technology, consumption, violence and alienation among the other topics are addressed in this dissertation through the cartoon.
Palavras-chave: indústria multicultural;  desenho animado;  The Jetsons;  sociedade do espetáculo;  Guy Debord;  televisão;  multicultural industry;  cartoons;  The Jetsons;  society of the spetacule;  Guy Debord;  television
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2045
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13692
Data de defesa: 18-Mai-2010
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2045/1/Marcia%20Maria%20Arco%20e%20Flexa%20Ferreira%20da%20Costa.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.