Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13623
Tipo do documento: Dissertação
Título: O simbolismo do cordeiro na obra pictórica os noivos e os três músicos de Marc Chagall
Autor: Leite, Beatriz Mori
Primeiro orientador: Giora, Regina Célia Faria Amaro
Primeiro membro da banca: Rizolli, Marcos
Segundo membro da banca: Pazinato, Patricia
Resumo: Esta dissertação apresenta e analisa o símbolo do cordeiro na obra de Marc Chagall, Os noivos e os três músicos", datado em 1972.Nessa obra, esse símbolo está relacionado à idéia de sacrifício como parte do amor incondicional. A análise dessa pintura implicou no estudo detalhado da vida do artista, com ênfase na sua memória religiosa. Chagall nasceu na Rússia, filho de judeus viveu em uma aldeia tradicionalmente judaica, em 1887 e iniciou-se no mundo artístico no início do século XX, em 1910, quando mudou-se para Paris. O uso que faz dos símbolos permite compreender mais adequadamente sua produção artística, bem como sua trajetória pessoal. O objetivo principal deste estudo foi apontar as relações entre a obra de arte do artista e a influência que sofreu na cultura por meio da educação religiosa. Por isso mesmo, esta pesquisa tem um caráter interdisciplinar e se insere perfeitamente no programa de pós-graduação em Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie. As principais referências bibliográficas remetem as teorias propostas por Jean Paul Ronecker, quando se refere ao simbolismo do animal na história da cultura e na arte com as contribuições de Carl Gustav Jung através do livro O homem e seus símbolos. Com base teórica sobre o simbolismo na cultura religiosa, envolvendo o judaísmo e o cristianismo, foram também consultados Anatol Rosenfeld e o filósofo brasileiro Mário Ferreira dos Santos. Do ponto de vista metodológico, vários caminhos foram percorridos: visitas a museus com exposições das obras de arte de Chagall, no Brasil e na França, bem como entrevistas com um artista francês Jean Claude Pradier e o rabino brasileiro Isaac Rabier que compartilha da mesma linha religiosa judaica do artista. Foram também utilizadas entrevistas realizadas com Chagall em diversas fases de sua vida, adquiridas em vídeo e em áudio.Concluiu-se que na obra analisada, elementos simbólicos relacionados ao judaísmo e ao cristianismo, estão juntos no que se refere aos significados que remetem aos sentimentos humanos, com ênfase no amor universal e suas relações com o amor divino.
Abstract: This dissertation presents and analyses the symbol of Marc Chagall The bridegroom and the three musicians", dated in 1972. In this work the symbol is related to the idea of sacrifice as in the part of unconditional love. The analyses of this paint implied in the detailed studies of the artist s life with emphasis in his religious memory. Chagall was born in Russia, Jewish son lived in a traditional Judaic village, in 1887 had begun in the artistic world, in the early 20th century, in 1910, when moved to Paris. His use of symbols allows us to understand more properly his artistic production as well as his personal history. The aim of this study was to identify the relationship between the artist s work of art and the influence he suffered in culture through religious education. Therefore, this research has an interdisciplinary character and fits perfectly in the graduate program of Education, Art and History of Culture at the Mackenzie Presbyterian University. The main references refer to the theories proposed by Jean Paul Ronecker, when referring to the symbolism of the animal in the history of culture and art with contribution of Carl Gustav Jung through the book The man and your symbols . With Theoretical basis in the religious symbolism in the culture, involving Judaism and Christianity were also consulted Anatol Rosenfeld and the Brazilian philosopher Mario Ferreira dos Santos. From a methodological point of view, multiple paths were covered: visits to museums with exhibits of Chagall s works of arts in Brazil and France, as well as interviews with a French artist Jean Claude Pradier and the Brazilian Rabbi Isaac Rabier sharing the same artist Jewish religious line. Interviews were also conducted with Chagall in several stages of his life, acquired in video and audio. It was concluded that in the analysed work, symbolic elements related to Judaism and Christianity, are together as regards to the meanings that refer to human feelings with emphasis in universal love and their relationship with divine love.
Palavras-chave: Marc Chagall;  simbolismo do cordeiro;  cultura religiosa;  arte;  amor;  Marc Chagall;  the lamb symbolism;  religious culture;  art;  love
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: LEITE, Beatriz Mori. O simbolismo do cordeiro na obra pictórica os noivos e os três músicos de Marc Chagall. 2015. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1933
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13623
Data de defesa: 13-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1933/1/Beatriz%20Mori%20Leite.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.