Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13621
Tipo do documento: Dissertação
Título: Investigando a experiência musical
Autor: Mulin, Priscila Bernardo
Primeiro orientador: Giora, Regina Célia Faria Amaro
Primeiro membro da banca: Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Segundo membro da banca: Moraes, Bernadete Silveira
Resumo: Esta pesquisa teve por objetivo descrever diferentes relações estabelecidas entre música e experiência humana, investigando como as pessoas percebem, vivenciam e atribuem sentido a este tipo de experiência. Para tanto, num primeiro momento realizou-se uma pesquisa exploratória sobre o tema, na qual se recorreu a literatura de diversas áreas que estudam a música. Este passo conduziu a importantes reflexões sobre as possibilidades e as dificuldades de se investigar a experiência musical, tendo como eixo condutor da reflexão e posterior delineamento do método de pesquisa, três referenciais: os tipos de comportamentos musicais descritos por Theodor W. Adorno, a Musicoterapia enquanto campo de estudo e favorecimento da experiência musical e a Fenomenologia da Percepção de Maurice Merleau-Ponty. Num segundo momento, tentando aproximar-se ainda mais da experiência vivida, adotou-se uma perspectiva fenomenológica, na qual colocou-se em suspensão possíveis referenciais teóricos que explicariam a experiência musical. Para isso, utilizou-se para investigação da experiência musical o Histórico Sonoro-Musical, um material no qual os sujeitos de pesquisa registraram suas vivências musicais a partir de uma organização cronológica (da descendência familiar a vida adulta) e questionários específicos sobre seus hábitos e preferências musicais. Os sujeitos de pesquisa foram três alunos do curso de especialização em Musicoterapia com idades entre 29 e 33 anos. Quatro aspectos bastante presentes se destacaram constituindo um interessante recorte para descrição das experiências musicais, os lugares em que as experiências musicais foram favorecidas, as pessoas que compartilharam ou geraram estas experiências, as fontes sonoras e as referências ao universo artístico-cultural. O conjunto destes quatro aspectos foi denominado Contexto Sonoro-Musical. Como resultados da análise nomotética que entrelaçou as experiências musicais dos sujeitos de pesquisa, pôde-se verificar que os elementos do Contexto Sonoro-Musical propiciam o contato direto do sujeito com a música, e assim, tais aspectos podem ser considerados como os fatores objetivos da experiência musical, enquanto que a forma que os sujeitos se relacionam e atribuem sentido aos mesmos, os aspectos subjetivos da experiência. Uma trajetória de continuidade na experiência musical que se inicia a partir do contato com a música e os sons do entorno, passando às ações musicais e constituindo as experiências musicais preferenciais de cada sujeito, também pôde ser observada. Dessa forma, o Contexto Sonoro-Musical, quando concebido a partir de uma perspectiva cronológica, pode esclarecer algumas nuances da complexa relação entre música e experiência humana, contribuindo para se chegar a estrutura do fenômeno da experiência musical.
Abstract: This research aimed to describe different relationships established between music and human experience, investigating how people perceive, experience and make sense of this kind of experience. Therefore, at first it was held an exploratory research on the subject, in which it resorted to literature from different areas that study the music. This step led to important reflections about the possibilities and difficulties of investigating the musical experience, with the conductor axis of reflection and subsequent design of the research method, three references: Types of Musical behaviors described by Theodor W. Adorno, Music Therapy as na educational course and favoring of musical experience and the Phenomenology of Maurice Merleau-Ponty perception. Secondly, trying to get even closer to the experience, it was adopted a phenomenological perspective, which was placed in suspension possible theoretical frameworks that explain the musical experience. For this, it was used for investigation the musical experience the Sound-Musical History, a material in which the research subjects recorded their musical experiences from a chronological organization (family descendants to adult life) and specific questionnaires about their habits and musical preferences. The research subjects were three students of the specialization course in Music Therapy aged from 29 to 33 years. Four aspects quite present in the research subjects' reports stood constituting an interesting cutout for description of musical experiences of the subjects, the places where the musical experiences were favored, people who shared or generated these experiences, the sound sources and references to artistic and cultural universe. All these four aspects were called Sound-Musical Context. How nomothetic analysis results that laced the musical experiences of the subjects, it was observed that the elements of the Sound-Musical Context provide direct contact of the subject with the music, and so these aspects can be considered as the "objective factors "the musical experience, while the way that subjects relate and attach meaning to them, the" subjective aspects "of the experience. A trajectory of continuity in the musical experience that starts from the contact with the music and the sounds of the surroundings, from the musical actions and constituting the preferred musical experiences of each subject, were also observed. Therefore, the Sound-Musical Context, when designed from a chronological perspective, can clarify some nuances of the complex relationship between music and human experience, helping to get the structure of the phenomenon of musical experience.
Palavras-chave: experiência musical;  contexto sonoro-musical;  tipos de comportamento musical;  musicoterapia;  fenomenologia;  musical experience;  sound-musical context;  types of musical behavior;  music therapy;  phenomenology
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::MUSICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: MULIN, Priscila Bernardo. Investigando a experiência musical. 2015. 278 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1931
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13621
Data de defesa: 12-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1931/1/Priscila%20Bernardo%20Mulin.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.