Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13616
Tipo do documento: Dissertação
Título: O letramento de crianças: da linguagem falada à escrita
Autor: Regis, Márcia de Oliveira
Primeiro orientador: Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Primeiro membro da banca: Silva, Ani Martins da
Segundo membro da banca: Moura, Maria Cecilia de
Resumo: O objetivo desta dissertação foi investigar a relação entre fala e escrita no processo de letramento de crianças na perspectiva de professoras que trabalham com séries iniciais do Ensino Fundamental da Educação Básica. Foram sujeitos desta pesquisa três professoras que trabalham com alfabetização de crianças, que têm em média 30 anos de vida profissional e trabalham em uma mesma escola de classe média na cidade de São Paulo. Compuseram a fundamentação teórica ideias dos autores que seguem. Da educadora Magda Soares, sobre letramento: que está para além da aprendizagem do código; extrapola o caráter instrumental, para um conhecimento mais significativo da leitura e da escrita. Do linguista Marcuschi, a distinção entre a língua falada e escrita, caracterizando a oralidade e o letramento como práticas sociais, e a fala e a escrita como modalidades de uso da língua; conhecimento que favorece a reflexão sobre as questões que investigam o trabalho com a linguagem oral desta pesquisa. De Câmara Cascudo, a literatura oral referente ao uso de estratégias pedagógicas lúdicas e culturais para o desenvolvimento da oralidade de modo intencional e reflexivo, enquanto enriquece o repertório cultural do aluno. A pesquisa seguiu a abordagem qualitativa das diretrizes de Ludke e André (2008) referente à coleta de dados por meio de entrevista e ao esforço na investigação de compor soluções que posteriormente possam ser propostas para encaminhamentos a novas situações sobre o tema. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas individuais, a partir de perguntas dinamizadoras sobre alfabetização e letramento. As professoras expuseram seus posicionamentos sobre a valorização da linguagem oral na sala de aula e as estratégias que costumavam utilizar para alcançarem esse objetivo. A análise dos dados evidenciou semelhanças e diferenças na prática pedagógica de cada uma delas, o que possibilitou elencar os diferentes modos como as professoras organizavam a linguagem oral e escrita dos alunos e identificar o uso de instrumentos pedagógicos que favoreceram o desenvolvimento da oralidade em sala de aula. Este estudo procurou deixar uma reflexão sobre a importância de um trabalho pedagógico a partir do reconhecimento e aprimoramento da fala da criança para um letramento bem-sucedido.
Abstract: The goal of this dissertation was explore the relation between speech and writing in the literacy process of children from basic education teacher s perspective. Three teachers who work on infant Language code teaching were subject on this research. They have on average 30 years of professional life and work on the same middle class school in Sao Paulo city. Their theoretical grounding were compounded by the following authors. The educator Magda Soares regarding literacy: it is over of code learning; it exceed the instrumental character of language knowledge for a more significant knowledge of reading and writing, and providing functionality for that. The linguist Marcuschi s proposal shown a distinctiveness between spoken and written language featuring the orality and literacy as social practices, and the speaking and writing as a language uses modality; knowledge that encourages the reflection on issues which investigate the work with oral language of this research. Câmara Cascudo s oral literature concerning the use of playful and cultural pedagogical strategy for intentional and speculative mode of orality development while enrich the student cultural repertory. The research had a qualitative approach following Ludke and André guidelines (2008) to do a data collection through interviews and an effort gathered in research aims to compose solutions that can be hereafter proposed for referrals to new situations. The data collection happened by individual interviews made from motivator´s questions about teaching and literacy. The teachers exposed their thoughts regarding appreciation of oral language in the classroom and describing the used strategies to reach this purpose. The analysis of data showed: similarities and differences in the pedagogical practices of each one of them; different modes as the teachers organized the oral and written language of their students; the use of pedagogical tools, which strengthened the oral development on classroom. This study sought to leave a reflection on the importance of pedagogical work which aims at intentional oral development, from children s speech recognition and upgrading for a success literacy.
Palavras-chave: alfabetização;  letramento;  linguagem oral;  leitura;  escrita;  language code teaching;  literacy;  oral language;  reading;  writing
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: REGIS, Márcia de Oliveira. O letramento de crianças: da linguagem falada à escrita. 2015. 77 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1926
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13616
Data de defesa: 13-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1926/1/Marcia%20de%20Oliveira%20Regis.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.