Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13566
Tipo do documento: Dissertação
Título: A imaginação no processo de ensino/aprendizagem: uma abordagem histórico-cultural
Autor: Fé, Maria Silvia Pinto Santa
Primeiro orientador: Giora, Regina Célia Faria Amaro
Primeiro membro da banca: Silveira, Isabel Orestes
Segundo membro da banca: Persichetti, Simonetta
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo discorrer sobre o papel da imaginação e sua relação com o processo de ensino/aprendizagem. Contemporaneamente espera-se que a escola forme indivíduos inovadores, criativos para enfrentar problemas e, para tal, precisa da imaginação, não entendida na sua dimensão reprodutora, mas uma imaginação criadora. Observa-se neste estudo que todo fenômeno psico-pedagógico necessita ser um estudo que mantenha uma proximidade com os fenômenos políticos e culturais. O foco principal é uma reflexão sobre o papel da imaginação como estratégia de otimização do processo de ensino-aprendizagem em três áreas do conhecimento: Procedimentos de Leitura, Língua Portuguesa e Matemática. Optou-se por alunos do 3º ano do Ensino Fundamental I e as estratégias utilizadas pela professora em sala de aula para promover o desenvolvimento da criança aproveitando o repertório e as habilidades de cada aluno. Este trabalho tem como referência teórico-metodológica as contribuições da Psicologia Histórico-Cultural, com ênfase nas teorias apresentadas por L. S. Vygotsky, além das elaboradas em especial com A. R. Luria, A. N. Leontiev e seus colaboradores. Para análise do material coletado utilizou-se L. Bardin e a Análise de Conteúdo.
Abstract: This dissertation was to discuss the imagination and its relations with teaching/learning process. Contemporaneously is expected that school develops innovative and creative individual to face problems and therefore need the imagination, not understood in its reproductive dimension, but a creative imagination. This study observed that all psycho-pedagogical phenomena need to be a study that keeps a close proximity to the cultural and political phenomena. The main focus is a reflection on the role of the imagination as teaching/learning strategy in three areas of knowledge: Reading Procedures, Portuguese Language and Mathematics. Students were chosen of 3rd year of elementary school and the strategies used by the teacher in the classroom to promote child development by considering the repertoire and the abilities of each student. This work has as theoretical-methodological reference contributions of cultural historical psychology, in particular those made by L. S. Vygotsky beyond the theories developed in particular with A. R. Luria, A. N. Leontiev and its contributors. For analysis of the material collected used Bardin and Content Analysis.
Palavras-chave: imaginação;  criatividade;  ensino;  aprendizagem;  Vygotsky;  desenvolvimento;  processo;  histórico cultural;  imagination;  creativity;  teaching;  learning;  Vygotsky;  development;  process;  cultural history
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: FÉ, Maria Silvia Pinto Santa. A imaginação no processo de ensino/aprendizagem: uma abordagem histórico-cultural. 2012. 256 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1870
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13566
Data de defesa: 10-Ago-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1870/1/Maria%20Silvia%20Pinto%20Santa%20Fe.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.