Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13565
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mario Vieira de Mello e a questão nacional: reflexões sobre o estetismo na cultura brasileira
Autor: Fontes, Filipe Costa
Primeiro orientador: Contier, Arnaldo Daraya
Primeiro membro da banca: Silva, Wilson Santana
Segundo membro da banca: Luca, Tania Regina de
Resumo: A questão nacional foi constantemente problematizada pelo pensamento nacional. Em geral a questão nacional esteve relacionada à ideia de atraso. No fim do séc. XIX e início do séc. XX, a questão nacional e o suposto atraso brasileiro foram explicados a partir do paradigma bio-psicológico, pela ideologia do caráter nacional. As críticas da antropologia e da sociologia ao referido paradigma, no início do séc. XX, causou seu gradual enfraquecimento e, posteriormente, sua derrocada, no Brasil, impulsionada pelos trabalhos de Caio Prado Júnior. Durante a segunda metade do séc. XX, nas décadas de 50 e 60, o paradigma bio-psicológico deu origem ao econômico. A partir de então, a questão nacional, antes explicada a partir de elementos raciais, ou da relação entre a raça e o meio, passou a ser explicada pela posição econômica do Brasil em relação às nações consideradas desenvolvidas. É neste contexto que entra em cena Desenvolvimento e Cultura, escrita por Mario Vieira de Mello em 1963 para participar do diálogo sobre o desenvolvimento do país. O propósito deste trabalho é verificar a participação de Mario Vieira de Mello, sua obra Desenvolvimento e Cultura, e de sua noção de estetismo na cultura brasileira para a compreensão da questão nacional.
Abstract: The national question was constantly questioned by national thought. The national question was, in general, related to the idea of delay. At the end of the century and early nineteenth century XX, the national question and the alleged delay in Brazil was explained from the bio-psychological paradigm, the ideology of national character. The criticisms of anthropology and sociology to that paradigm, at the beginning of the century XX caused its gradual weakening and, later, its downfall, in Brazil, driven by the work of Caio Prado Junior. During the second half of the century XX, in the 50s and 60s, the bio-psychological paradigm gave rise to economic development. Since then, the national question before explained from racial elements, or the relationship between race and environment, has to be explained by the economic position of Brazil in relation to nations considered developed. In this context comes into play Development and Culture, written by Mario Vieira de Mello in 1963 to join the dialogue on the country's development. The purpose of this study is to assess the role of Mario Vieira de Mello, his work Development and Culture, and his notion of aestheticism in Brazilian culture to the understanding of the national question.
Palavras-chave: estetismo;  desenvolvimentismo;  cultura brasileira;  questão nacional;  Mario Vieira de Mello;  aestheticism;  developmentalism;  Brazilian culture;  the national question;  Mario Vieira de Mello
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: FONTES, Filipe Costa. Mario Vieira de Mello e a questão nacional: reflexões sobre o estetismo na cultura brasileira. 2012. 121 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1869
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13565
Data de defesa: 10-Ago-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1869/1/Filipe%20Costa%20Fontes.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.