Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13499
Tipo do documento: Dissertação
Título: Lygia Clark : uma experiência de arte na vida de jovens cegos
Autor: Nogueira, Ana Carmen Franco
Primeiro orientador: Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Primeiro membro da banca: Martins, Mirian Celeste Ferreira Dias
Segundo membro da banca: Ormelezi, Eliana Maria
Resumo: O presente trabalho investiga o significado de uma experiência de arte baseada nas obras de Lygia Clark, ocorrida em um ateliê para deficientes visuais, em parceria com o Projeto Acesso: Centro de Apoio Pedagógico Especializado ao Deficiente Visual, na cidade de São Paulo, Brasil. O objetivo da pesquisa foi o de analisar o que os alunos realizaram no ateliê de artes no período de fevereiro a junho de 2008 e por meio de entrevistas realizadas após dois anos da experiência no ateliê, colher depoimentos de dois jovens cegos congênitos sobre essa experiência artística, e o significado da mesma em suas vidas. A fundamentação desta dissertação contém uma revisão teórica sobre as concepções de experiência, experiência estética e o corpo na experiência de espaço, com base em teóricos que seguiam a mesma linha de pensamento da fenomenologia de Maurice Merleau-Ponty. Para compreender o mundo da pessoa cega, baseamo-nos na abordagem fenomenológica acerca da pessoa com deficiência visual de Elcie Masini. O projeto Lygia Clark foi fundamentado em pesquisadores que elaboraram estudos de suas obras e suas ligações com a fenomenologia merleaupontiana, com descrição do contexto do ateliê de artes e o desenvolvimento de materiais adaptados a pessoas deficientes visuais. A análise das entrevistas cuja linha diretriz foi experiência perceptiva dentro do ateliê evidenciou que os alunos compreenderam a proposta do projeto Lygia Clark e foram capazes de inventar novas formas de expressão. As reflexões sobre os significados da experiência no ateliê para os sujeitos da pesquisa permite afirmar que, para eles, a arte foi importante como abertura para o mundo e ampliação de conhecimento
Abstract: The present study investigates the meaning of an experience of art based on works by Lygia Clark, held on a studio for the visual impaired, in a partnership with Projeto Acesso: Educational Support Center Specialized in the Visual Impaired, in Sao Paulo city, Brazil. The research objective was to, through interviews conducted after two years of experience in the studio, receive testimony of two young congenitally blind people about this artistic experience, and its meaning in their lives. The rationale behind this thesis contains a theoretical review on the concepts of experience, aesthetic experience and the experience of space in the body, based on theorists who followed the same line of the phenomenology of Merleau-Ponty. To understand the world of the blind people, we rely on phenomenological about the person with visual impairment of Elcie Masini. The Lygia Clark project was based on researchers who produced studies of her works and their connections with the merleaupontinian phenomenology, describing the context of the arts studio and the development of materials adapted to visually impaired persons. The interviews analysis - whose main line was perceptual experience within the studio - has shown that students understood the Lygia Clark project proposal and were able to invent new forms of expression. The reflections on the meanings of experience in the studio for the research subjects have shown that, for them, art was important as an opening to the world and to expand knowledge
Palavras-chave: arte;  deficiência visual;  cego;  Lygia Clark;  educação;  art;  visual impairment;  blind;  Lygia Clark;  education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: NOGUEIRA, Ana Carmen Franco. Lygia Clark : uma experiência de arte na vida de jovens cegos. 2011. 187 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1800
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13499
Data de defesa: 21-Fev-2011
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1800/1/Ana%20Carmem%20Franco%20Nogueira.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.