Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13479
Tipo do documento: Tese
Título: Mário Zan: um arauto da música de fronteira de Mato Grosso do Sul
Autor: Ferrari, José Francisco
Primeiro orientador: Ambrogi, Ingrid Hötte
Primeiro membro da banca: Hooper, Silvana Seabra
Segundo membro da banca: Simões Júnior, José Geraldo
Terceiro membro da banca: Etchebéhère Júnior, Lincoln
Quarto membro da banca: Ota, Daniela Cristiane
Resumo: Esta tese tem como objeto de pesquisa reconhecer o músico/sanfoneiro Mário Zan, como um dos primeiros compositores a divulgar os ritmos e a música da fronteira sul-mato-grossense, aos outros estados da nação e também fora dela, o que contribuiu para torná-lo conhecido e respeitado no Brasil, concluindo ser o mesmo, um arauto da música de fronteira de Mato Grosso do Sul. Com isso objetivamos verificar a influência da música de fronteira nas composições de Mário Zan, bem como a relevância de sua passagem pelo Estado na década de 1940, para a música da cultura local sul-mato-grossense. A pesquisa foi realizada a partir de consultas ao jornal da época, que circulava em Campo Grande, conversas informais com amigos, músicos e conhecidos de Mário Zan, além de declarações feitas a mim, depoimentos de familiares do artista e, também, a partir de memórias e relatos que obtive por meio de conversas com o próprio Mário Zan em novembro de 1996. Utilizei a pesquisa bibliográfica sobre o artista para verificar o objetivo proposto, que resultou em uma narrativa biográfica do compositor. A pesquisa bibliográfica mostrou-se fundamental para este estudo e, dessa forma, os livros de José Hamilton Ribeiro, Maria da Glória Sá Rosa, Rosa Nepomuceno, José Octávio Guizzo, Álvaro Neder, Evandro Higa, Rodrigo Teixeira, dentre outros, foram de grande importância para a compreensão da música local. Somam-se a esses os estudos de teóricos culturalistas tais como: Antônio Cândido, Eneida Maria de Souza, Hugo Achugar, Nestor Garcia Canclini, Homi Bhabha, Angel Rama, entre outros, que deram suporte às minhas reflexões teóricas sobre o assunto. Por fim, concluo que o estado de Mato Grosso, atual Mato Grosso do Sul, começou a ser conhecido musicalmente por meio das composições de Mário Zan. O artista ao apropriar-se dos ritmos fronteiriços e mostrá-los para outras regiões do país fez o papel de porta-voz, ou seja, tornou-se um arauto da música de fronteira de Mato Grosso do Sul.
Abstract: This thesis has as its research subject to recognize the musician/accordionist Mario Zan as one of the first composers to disclose the rhythms and boundary music of Mato Grosso do Sul to other states in the nation and also outside of the country, which contributed to make him known and respected in Brazil, concluding that he is a herald of boundary music of Mato Grosso do Sul. Thus, we aim to investigate the influence of the boundary music in Mário Zan´s compositions, and the relevance of his passage in the state at 1940s for Mato Grosso do Sul´s local music and culture. The research was realized by querying Campo Grande´s newspaper of the age, informal conversations with friends, musicians, acquaintances, besides statements made to myself, speeches from family members of the artist and also from memories and reports obtained through casual conversations with Mario Zan in November 1996. I used researches about the artist to increase the subject, that resulted in a biographical narrative about the musician. The literature research was essential for this study and thus the books of José Hamilton Ribeiro, Maria da Glória Sá Rosa, Rose Nepomuceno, Jose Octavio Guizzo, Alvaro Neder, Evandro Higa, Rodrigo Teixeira, among others were of great importance to understand the local music. Added to these, the researches of the culturalist theorists such as Antônio Cândido, Eneida Maria de Souza, Hugo Achugar, Nestor Garcia Canclini, Homi Bhabha, Angel Rama, among others, supported my theoretical reflections on the subject. Finally I conclude that the state of Mato Grosso, actually Mato Grosso do Sul, started to be musically known through Mário Zan´s compositions. The artist, while appropriating the boundary rhythms and show them to other regions of the country, played the role of spokesperson, in other words, became a herald of the boundary music of Mato Grosso do Sul.
Palavras-chave: música de fronteira;  Mário Zan;  arauto;  Mato Grosso do Sul;  boundary music;  Mario Zan;  herald;  Mato Grosso do Sul
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::MUSICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: FERRARI, José Francisco. Mário Zan: um arauto da música de fronteira de Mato Grosso do Sul. 2015. 206 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2089
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13479
Data de defesa: 5-Fev-2015
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2089/1/Jose%20Francisco%20Ferrari.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Teses - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.