Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13453
Tipo do documento: Tese
Título: Ofélia: percurso íntimo de uma imagem idealizada
Título(s) alternativo(s): Ophelia: an intimate journey of an idealized image
Autor: Rampini, Lúcia Castanho Barros
Primeiro orientador: Tiburi, Marcia Angelita
Primeiro membro da banca: Rizolli, Marcos
Segundo membro da banca: Martins, Mirian Celeste Ferreira Dias
Terceiro membro da banca: Oliveira, Branca Coutinho de
Quarto membro da banca: Stigger, Verônica Antonine
Resumo: O núcleo principal desta tese de doutorado é a série de fotografias que tem como referência a personagem literária, Ofélia, originalmente apresentada e descrita por Shakespeare, em Hamlet (1603), e posteriormente pintada por John Everett Millais ( Ophelia , 1851-2). Trata-se de um estudo interdisciplinar, que se insere na área das artes visuais e da cultura. A questão inicial é a pesquisa sobre as relações entre a mulher e a morte, no século XIX; a sobrevivência da imagem da Ofélia até o século XXI e as indulgências que são impostas à mulher pela sociedade patriarcal. A tese se divide em seis partes centrais que se conectam entre si, alternando história da mulher, representação e criação artística. Para fazer essas conexões, lançou-se mão de textos que elucidaram questões sobre o suicídio feminino, a melancolia e, também, a imagem e sua sobrevivência no tempo. Temos como objeto, ainda, a figura de Elizabeth Siddal, a jovem que posou para a pintura de Millais, e os meandros entre a ficção e realidade. Este estudo permitiu que se fizesse uma profunda reflexão sobre a própria condição de artista e mulher na sociedade que tem Ofélia como uma metáfora contemporânea para o moderno romântico que luta com sentimentos conflitantes de incompreensão recíproca, o amor não correspondido e desejo desesperado, e que busca liberação final na morte. A trajetória da elaboração deste trabalho propiciou a criação de séries fotográficas, desenhos e pinturas, das quais uma seleta parte é aqui apresentada.
Abstract: The main core of this thesis is the series of photographs that have reference to the fictional character, Ophelia, originally presented and described by Shakespeare in Hamlet (1603), and later painted by John Everett Millais ("Ophelia", 1851-2). It is an interdisciplinary study, which falls within the area of visual arts and culture. The initial research lays on the relationship between women and death, in the nineteenth century, the survival of the image of Ophelia till the twenty-first century and the indulgences that are imposed on women by patriarchal society. The thesis is divided into six core parts that connect to each other, alternating women's history, representation and artistic creation. To make these connections, we worked on texts that elucidate questions related to female suicide, melancholy, and also the image and its survival time. We also refer to Elizabeth Siddal, the young woman who posed for the Millais painting, and the intricacies between fiction and reality. This study allowed us to make a deep reflection on the condition of women and female artists in a society that has Ophelia as a contemporary metaphor for the modern romantic who struggles with conflicting feelings of mutual misunderstanding, unrequited love, and desperate desire, seeking final release in death. The trajectory of the development of this work led to the creation of series of photographs, drawings and paintings, of which a selected part is here presented.
Palavras-chave: Ofélia;  mulher;  morte;  representação;  criação;  emancipação;  Ophelia;  woman;  death;  representation;  creation;  emancipation
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Educação, Arte e História
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: RAMPINI, Lúcia Castanho Barros. Ophelia: an intimate journey of an idealized image. 2013. 178 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2684
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13453
Data de defesa: 22-Ago-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2684/1/Lucia%20Castanho%20Barros%20Rampini_Parte1.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2684/2/Lucia%20Castanho%20Barros%20Rampini_Parte2.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2684/3/Lucia%20Castanho%20Barros%20Rampini_Parte3.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.