Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13445
Tipo do documento: Dissertação
Título: A representação da deficiência na literatura infanto-juvenil nos tempos de inclusão
Autor: Noronha, Lucelia Fagundes Fernandes
Primeiro orientador: D´antino, Maria Eloisa Famá
Primeiro membro da banca: Magno, Maria Ignes Carlos
Segundo membro da banca: Stella, Claudia
Resumo: Este estudo teve por objetivo analisar como a deficiência está representada na literatura infanto-juvenil nos livros escritos por autores brasileiros editados pela primeira vez nos anos entre 1996 e 2006. Partindo da hipótese inicial que nesse momento histórico, em que se pensa em inclusão escolar e social da pessoa com deficiência como ideal de cidadania, a literatura infanto-juvenil, sendo um produto cultural presente na vida das crianças, pode contribuir tanto para diminuir como para disseminar o preconceito em relação à deficiência. Antes de se chegar ao resultado foi percorrido um caminho visando evidenciar as definições acerca de deficiência, de preconceito, de estereótipo e estigma, bem como acerca da inclusão. Buscou, ainda, nesse caminho teórico alguns fundamentos referentes à cultura, sociedade, educação e da teoria da representação social. A metodologia adotada envolveu um tratamento quantitativo e qualitativo dos dados coletados e, para a realização da análise dos mesmos, foram utilizados parâmetros complexos e interativos em relação a categorias propostas, envolvendo: o narrador, a trama, a narrativa, o tipo de discurso, o tipo de deficiência ou diferença, os personagens no contexto dramático, as características e ações, a nomeação, os campos de atribuições dos fenômenos na etiologia da deficiência e no desfecho da história. Os dados foram apresentados por meio de sinopses da história, da respectiva ficha de exploração do material, do resultado quantitativo e de análise qualitativa. A realização da análise de conteúdo das histórias, revelaram-se pelo menos três tendências: Histórias livres de preconceito, histórias denunciadoras e imunes a preconceitos e histórias denunciadoras, mas, simultaneamente, perpetuadoras de preconceitos, estereótipos e/ou estigmas em relação à deficiência. Com esta pesquisa foi possível extrair um pouco desse veio inesgotável, desse rico material e dessa fonte de encantamento dos livros infanto-juvenis, que podem ser simultaneamente, fonte de prazer, de reflexão e de crítica.
Abstract: The purpose of this study is to analyze how impairment was showed in the infant juvenile literature in the books published to Brazilian authors for the first time in the years from 1996 to 2006. Coming from the initial hypothesis that in this historical moment, in which social and school inclusion of the impaired person as an ideal of citizenship are thought, infant juvenile literature, being a cultural product present in kids lives may contribute to diminish as well as to disseminate prejudice in relation to handicap. Before getting to the result a way aiming at highlighting the definitions about impairment, about prejudice, about stereotypes and stigma was taken, as well as about inclusion. In this theoretical way, still, some fundaments about culture, society and education in the social representing theory were searched. The methodology adopted involved a quantitative and qualitative treatment of the data collected and for the performing of an analysis of the same, complex and interactive parameters were used in relation to the categories proposed, involving: the narrator, the plot, the type of discourse, the type of impairment or difference, the characters in dramatic context, the characteristics and actions, the nomination, the attribution fields of the phenomena in the etiology of impairment and in the closure of the story. The data were presented by a summary of the story, respective card of material exploration, of the quantitative result and qualitative analysis. After performing the content analysis of the stories, three tendencies were revealed: stories free from prejudice, denouncing stories, but simultaneously, perpetuators of prejudice,stereotypes and/or stigmas in relation to impairment. With this research it was possible to extract a little from this unending vein, of this rich material and this enchantment source of juvenile books, which might be simultaneously, source of pleasure, reflection and of critics.
Palavras-chave: literatura infanto-juvenil;  deficiência;  preconceito;  inclusão;  infant juvenile literature;  handicap;  prejudice;  inclusion
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: NORONHA, Lucelia Fagundes Fernandes. A representação da deficiência na literatura infanto-juvenil nos tempos de inclusão. 2007. 126 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2676
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13445
Data de defesa: 7-Fev-2007
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2676/1/Lucelia%20Fagundes%20Fernandes%20Noronha1.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2676/2/Lucelia%20Fagundes%20Fernandes%20Noronha2.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2676/3/Lucelia%20Fagundes%20Fernandes%20Noronha3.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2676/4/Lucelia%20Fagundes%20Fernandes%20Noronha4.pdf
http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2676/5/Lucelia%20Fagundes%20Fernandes%20Noronha5.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.