Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13341
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo da ocorrência das queixas de distúrbios do sono em crianças e adolescentes com deficiência visual: cegueira e baixa visão
Autor: Felippe, Maria Cristina Godoy Cruz
Primeiro orientador: Brunoni, Décio
Primeiro membro da banca: Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Segundo membro da banca: Pires, Maria Laura Nogueira
Resumo: Esta pesquisa tem o objetivo de estudar os problemas e levantar dados referentes à ocorrência de queixas de distúrbios do sono em crianças e adolescentes com deficiência visual: cegueira e baixa visão, atendidos na Fundação Dorina Nowill para Cegos, na cidade de São Paulo. Trata-se de um estudo descritivo transversal baseado no método quantitativo, realizado por meio de levantamento de dados dos prontuários para caracterização da amostra e entrevistas estruturadas, junto às mães dos sujeitos, de acordo com a Escala de Distúrbios do Sono para Crianças de Bruni et al. (1996). Participaram do estudo 117 sujeitos, com idade variando de 6 a 16 anos, divididos em três grupos: indivíduos com deficiência visual com cegueira (N=28); indivíduos com baixa visão grave ou profunda (N=28); e sujeitos do grupo controle formado pelos irmãos videntes dos próprios sujeitos com deficiência visual (N=61). Os três grupos foram pareados para idade e sexo. Todos os participantes com deficiência visual freqüentam o ensino fundamental e mesmo nível sócio econômico, com renda mensal de até três salários mínimos. A deficiência visual é mais freqüentemente congênita. Todos os sujeitos com deficiência visual possuem em seu prontuário de atendimento, o relatório oftalmológico. Análise das questões da Escala de Distúrbios do Sono revelou, de modo geral, que os sujeitos do grupo de deficiência visual apresentam maiores índices de queixa com relação ao sono quando comparados aos controles para os seguintes aspectos: Iniciar e manter o sono; Transição sono/vigília e Sonolência excessiva. Na pontuação total da Escala o grupo de deficiência visual apresenta queixas de distúrbios do sono significativamente pior do que aqueles do grupo controle (p< 0,001). Análise dos 3 grupos separadamente indica que o grupo de baixa visão apresenta queixas de sono pior do que o grupo controle para os seguintes aspectos: Iniciar e manter o sono e Transição sono/vigília. Conclui-se que as queixas e os distúrbios de sono foram mais freqüentes na população com deficiência visual. Além do mais, o grupo de sujeitos com baixa visão relatou maior ocorrência de queixa de sono do que o grupo com cegueira.
Abstract: This research has the objective to study the problems and raise data referring to occurrence of complaints about sleep disorders in children and adolescents with visual impairment: blindness and low vision, admitted to Dorina Nowill Foundation for blind people, in São Paulo city. This is a descriptive transversal study based on quantitative method, carried through by means of data collecting of files for sample s characterization and structuralized interviews, together to subject s mother, in accordance with Scale of sleep disorders in children by Bruni et al. (1996). In this study had participated 117 subjects, with aging varying from 6 to 16 years old, divided into 3 groups: individuals with visual impairment, blindness (N=28), individuals with serious or deep low vision (N=28) and subjects from control group formed by visual impairment subjects respective brothers (N=61). The 3 groups had been matched for age and sex. All the participants with visual impairment are enrolled in elementary school and have the same social- economic level, monthly income up to 3 minimum wages. The visual impairment is frequently congenital. All the subjects with visual impairment have in their file the ophthalmologic report. Analysis of questions according to sleep disorders scale showed greater indices referring to complaints of sleeping when compared to control in the following aspects: begin and keep sleep; transition sleep/ vigil and excessive sleepiness. In the total punctuation of scale, the group with visual impairment presents complaints of sleep disorders significantly worse than control group (p < 0,001). Analysis of the 3 groups separately indicates that the group with low vision presents sleep complaints worse than control group in the following aspects: begin and keep sleep and transition sleep/ vigil. It is concluded that complaints and sleep disorders have been more frequently in population with visual impairment. Furthermore, the group with low vision showed more occurrences in sleep complaints than group with blindness.
Palavras-chave: baixa visão;  cegueira;  sono;  low vision;  blindness;  sleep
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: FELIPPE, Maria Cristina Godoy Cruz. Estudo da ocorrência das queixas de distúrbios do sono em crianças e adolescentes com deficiência visual: cegueira e baixa visão. 2006. 119 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1652
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13341
Data de defesa: 24-Ago-2006
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1652/1/MARIA_FELIPPE_DIST.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.