Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13320
Tipo do documento: Dissertação
Título: Evidências de validade convergente para a versão em português da Autism Diagnostic Interview - Revised e o Inventário de Comportamentos Autísticos em uma amostra de crianças e adolescentes de São Paulo
Autor: Sousa Filho, Daniel de
Primeiro orientador: Brunoni, Décio
Primeiro membro da banca: Carvalho, Lucas de Francisco
Segundo membro da banca: Schwartzman, José Salomão
Resumo: Introdução: Os Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) são transtornos do desenvolvimento caracterizados por prejuízos qualitativos na interação social recíproca, comunicação e linguagem e pela presença de padrões de comportamentos estereotipados, restritos e repetitivos e sua caracterização se faz a partir de critérios clínicos definidos e padronizados por classificações internacionais como as da CID ou DSM ou por instrumentos, principalmente as entrevistas, como a Autism Diagnostic Interview-Revised (ADI-R), instrumento considerado pela literatura padrão-ouro para diagnóstico de TEA e que recentemente foi traduzido e preliminarmente validado para o português brasileiro. Entretanto, tal processo ocorreu com uma amostra reduzida e numa região específica do Brasil, assim como outras evidências de validade do instrumento tais como validade convergente não foram exploradas. Objetivo: Investigar evidências de validade de convergente entre a versão brasileira da entrevista diagnóstica ADI-R e os instrumento de triagem Inventário de Comportamentos Autísticos (ICA). Método: Foram selecionados 20 pais e/ou cuidadores de 20 sujeitos a partir da Clínica de TEA da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Universidade Federal de São Paulo. Os sujeitos foram submetidos à avaliação clínica multidisciplinar médica e neuropsicológica a qual incluía a aplicação do ICA. Um outro avaliador, psiquiatra da Infância e Adolescência com experiência em TEA e habilitado a aplicar a ADI-R foi responsável pela aplicação e codificação da entrevista. Resultados: A idade dos sujeitos variou de 6 a 19 anos, com média de 10,1. Desses, 90% eram do sexo masculino. Os coeficientes de correlação de Pearson entre os 3 domínios da ADI-R (comunicação, interação social e comportamentos restritos) entre si e destes com o e os do ICA (escrever todos), foram moderados e altos, positivos e a maioria com significância estatística. Conclusões: Evidências de Validade Convergente foram encontradas, comparando-se a ADI-R com o ABC/ICA.
Abstract: Background: Autism Spectrum Disorders (ASD) are developmental disorders characterized by qualitative impairment in reciprocal social interaction, language and communication and restricted, repetitive, and stereotyped patterns of behavior, interests, and activities and they are defined based on standardized clinical criteria as such those from international manuals as ICD and DSM, or based on clinical tools, mainly the semi-structured interviews, such as the Autism Diagnostic Interview- Revised (ADI-R), a recognized gold standard diagnostic tool for ASD. This interview was recently translated into brazilian Portuguese, and it was preliminarily validated for this language. However, this process has been occurred with a small sample in a specific state of Brazil. Besides, other validity evidences, as convergent validity were not explored in this study. Aim: The aim of this study was to investigate the Convergent Validity between the Brazilian version of the ADI-R and a screening tool Autism Behavior Checklist (ABC). Method: For this study, 20 parents or caregivers of children and teens diagnosed with ASD were recruited from the Presbyterian Mackenzie University ASD Clinic, and from the Federal of São Paulo State University Social Cognition Clinic. The children were submitted to a clinical multidisciplinary evaluation, and neuropsychological evaluation that also consisted on application of the ABC. Another researcher, a Child Psychiatrist with expertise on ASD was previously trained and allowed for conducting and codificating the ADI-R. Results: The age of the probands has ranged between 6 and 19 years old, 90% of them were male. The correlations between both the tools, using the Pearson coefficient were mostly positive, and they have ranged between average to high with statistical significance., considering the 3 mains domains of the ADI-R and the five main domains of the ABC. Conclusions: Evidence of convergent validity was found when comparing ADI-R results with ABC/ICA.
Palavras-chave: Autism Diagnostic Interview-Revised, Inventário de Comportamentos Autísticos;  validade convergente;  autismo;  transtornos do espectro do autismo (TEA);  Autism Diagnostic Interview-Revised;  autism behavior checklist;  convergent validity;  autism;  Autism Spectrum Disorders (ASD)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: SOUSA FILHO, Daniel de. Evidências de validade convergente para a versão em português da Autism Diagnostic Interview - Revised e o Inventário de Comportamentos Autísticos em uma amostra de crianças e adolescentes de São Paulo. 2014. 87 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1630
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13320
Data de defesa: 6-Fev-2014
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1630/1/Daniel%20de%20Sousa%20Filho.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.