Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13311
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um olhar sobre o ensino de Libras na formação inicial em pedagogia: utopia ou realidade?
Autor: Lopes, Raquel Aparecida
Primeiro orientador: Ribeiro, Miriam Oliveira
Primeiro membro da banca: Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Segundo membro da banca: Moura, Maria Cecilia de
Resumo: Esta pesquisa emerge das inquietações presentes no cotidiano escolar de uma escola da rede pública estadual de ensino, na qual é possível perceber que os professores se deparam com dificuldades relacionadas ao processo de comunicação através da Libras (Língua Brasileira de Sinais). Tal fato incita à discussão sobre a formação inicial em Pedagogia e corrobora os questionamentos acerca dos saberes-docentes presentes na disciplina de Libras: As ferramentas de ensino oferecidas na disciplina pelas universidades são satisfatórias para suprir a necessidade do professor no trabalho com estes alunos? Quais conhecimentos seriam suficientes para que o professor consiga desenvolver de forma significativa sua prática pedagógica? Partindo dos questionamentos propostos este estudo tem como objetivo analisar os conhecimentos adquiridos pelos estudantes de Pedagogia na disciplina de Libras, assim como verificar a opinião dos mesmos quanto ao seu preparo para atuar com alunos Surdos. Para tanto, optou-se por uma abordagem de cunho qualitativo, em que foram investigados 58 estudantes de duas instituições privadas de Ensino Superior do Estado de São Paulo, nas quais estão concluindo o curso de Pedagogia e se formando para serem professores. Como referência utilizou-se as contribuições que os estudos da área da surdez têm proporcionado às investigações acerca dessa temática, fundamentadas nos escritos de Carlos Skliar, Maria Cecília de Moura, Ronice Muller de Quadros, Elcie Salzano Masini, entre outros, partindo de uma visão sócio-antropológica da surdez. A estas discussões acrescentam-se as ideias sobre a importância da Língua de Sinais nos ambientes educacionais elaboradas por Neiva de Aquino Albres e Fernando Cesar Capovilla. Pôde-se concluir, com base nas análises empreendidas no corpus que os estudantes não se sentem confortáveis com seus conhecimentos acadêmicos para atuar com alunos Surdos, apontando a necessidade de um aumento da carga horária da disciplina de Libras, maior quantidade de aulas práticas, assim como a necessidade de entrar em contato com o Surdo (no relacionar-se) para aprender a Língua de Sinais. Foi possível identificar a partir das opiniões dos estudantes sobre a melhoria do ensino de Libras na universidade, três categorias predominantes: carga horária reduzida, poucas aulas práticas, falta de contato com o Surdo. As análises também permitiram visualizar o pouco conhecimento dos estudantes na comunicação através da Libras, o que reforça o despreparo para atuar na educação das pessoas Surdas, além da necessidade de repensar a organização da disciplina de Libras nos currículos de Pedagogia.
Abstract: This research rises from the concern faced in everyday school life of a public school, in which is possible realize that the teachers face difficulties regarding the process of communication through Libras (Brazilian Sign Language). This fact incites a discussion over the initial formation in education and supports the questionings about the lore taught at classes of Libras: Are the teaching tools offered at Libras by the universities suitable to supply the need for the teacher to work with his students? Which knowledge are enough so the teachers could work their classes in a meaning way? Based on the questionings this study aims to analyze the knowledge acquired by students of Libras and verify their opinions as if they are prepared to work with deaf students. Therefore, it was made a qualitative research, in which participated 58 students from two different universities from São Paulo. This study was based on the acquaintance already existent about deafness, especially the findings from Carlos Skliar, Maria Cecília de Moura, Ronice Muller de Quadros, Elcie Salzano Masini, among others, based on a social anthropological vision of deafness. In addition were used ideas about the importance of Brazilian Sign Language according to Neiva de Aquino Albres and Fernando Cesar Capovilla. It was concluded that the students are not comfortable enough with their knowledge to interact with deaf students, and they believe that is necessary to increase workload of Libras especially in what concerns about the practice of Libras. It was possible identify that the three major problems are: reduced workload, the need of few their practical classes and the need for more interaction with deaf students. The results also showed that the academics of Libras are underprepared to teach deaf students which leads to the necessity of rethinking the classes of Libras.
Palavras-chave: surdos;  formação de professores;  pedagogia;  Libras;  prática pedagógica;  education of hearing disabled;  education;  Libras;  education, higher
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: LOPES, Raquel Aparecida. Um olhar sobre o ensino de Libras na formação inicial em pedagogia: utopia ou realidade?. 2013. 89 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1621
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13311
Data de defesa: 26-Jul-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1621/1/Raquel%20Aparecida%20Lopes.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.