Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13300
Tipo do documento: Dissertação
Título: Percepção da inclusão social na visão da família e educadores de crianças com deficiências múltiplas
Autor: Jones, Andreza Batista
Primeiro orientador: Carvalho, Sueli Galego de
Primeiro membro da banca: Assis, Silvana Maria Blascovi de
Segundo membro da banca: Peixoto, Beatriz de Oliveira
Resumo: As transformações ocorridas no sistema educacional brasileiro, nas últimas décadas, têm produzido resultados positivos e negativos no processo inclusivo escolar dos alunos com necessidades educacionais especiais. O presente trabalho teve como objetivo geral identificar as ações de inclusão social na percepção dos familiares e educadores de crianças com deficiências múltiplas em escolas de ensino regular de uma cidade do interior de Minas Gerais. Os participantes foram os familiares e professores de cinco crianças com deficiências múltiplas. Adotou-se uma abordagem qualitativa, de caráter descritivo, utilizando entrevistas semiestruturadas com os familiares e com os professores, seguindo um roteiro formulado previamente. A pesquisa de campo envolveu observações em sala de aula e nos momentos recreativos das crianças com deficiências múltiplas no âmbito escolar. Após as entrevistas, a transcrição dos depoimentos foi realizada, bem como a categorização dos elementos mais significativos. Desta forma foram identificadas duas classes de categorias, uma relacionada à percepção da família e a outra relacionada à percepção dos professores. Dentre as categorias vinculadas à família tem-se: contato com os colegas; relacionamento com os colegas; percepção da aprendizagem. As categorias geradas a partir da percepção dos professores são: experiência; dificuldades; pontos positivos e negativos; percepção da aprendizagem; inclusão social. Pode-se verificar que os relatos das entrevistas e das observações em sala de aula apontaram fatores importantes no que diz respeito ao processo inclusivo social das crianças com deficiências múltiplas, demonstrando incompatibilidade entre os relatos dos familiares com as observações realizadas. Além disso, aspectos de exclusão social foram evidenciados em alguns dos alunos observados. Nos depoimentos dos professores identificou-se que eles não possuem experiência com crianças deficientes e que há necessidade de apoio em sala de aula visando atender às necessidades educacionais especiais destas crianças. O produto final da pesquisa nos levou a algumas sugestões: Acesso ao diagnóstico das crianças com deficiência; Redução de número de alunos em sala de aula; Manter o andador ao lado das crianças que o possuem; Inserir professores/educadores em sala de aula visando a atender às necessidades educacionais especiais das crianças com deficiência; Disponibilização de materiais específicos e diferenciados para cada aluno incluído; Incentivar e oferecer cursos de capacitação e atualização para os professores; Comunicação entre os profissionais/educadores como, por exemplo, os profissionais do A.E.E. que deveriam informar os professores sobre os materiais utilizados e o trabalho que está sendo desenvolvido com a criança deficiente para que haja continuidade dos mesmos em sala de aula; Comunicação entre os profissionais da APAE e os educadores/professores/psicopedagogos da escola que a criança freqüenta, para integrar os trabalhos desenvolvidos em cada um desses locais e acompanhar o desenvolvimento da criança com deficiência; Colocar os alunos com deficiência no meio da sala de aula, e não isolados, como nas fileiras extremas, possibilitando, assim, maior interação com os colegas; Dar prioridade para aqueles que usam óculos e possuem problemas visuais sentarem na primeira carteira da fileira; Os professores deveriam permitir maior socialização das crianças em sala de aula; Melhor acessibilidade nas escolas.
Abstract: The changes in the Brazilian educational system in recent decades have produced positive and negative results in the school inclusive process of pupils with special educational needs. This study aimed to identify the actions of social inclusion as perceived by families and educators of children with multiple disabilities in mainstream schools of a city in Minas Gerais. The participants were family members and teachers of five children with multiple disabilities. A qualitative and descriptive approach was adopted, utilizing semi-structured interviews with family members and teachers, following a script made previously. The research involved observations in the classroom and in recreational moments of children with multiple disabilities at school. After the interviews, the transcript of the statements was made, as well as the categorization of the most significant elements. Thus, two classes of categories were identified, one related to the perception of the family and the other related to the perception of the teachers. Among the categories related to the family we have: contact with colleagues, peer relationships, perception of learning.The categories generated from the perception of teachers are: experience, difficulties, positive and negative aspects, perception of learning, social inclusion. It was possible to verify that the reports of interviews and classroom observations indicated important factors regarding the social inclusion process of children with multiple disabilities, demonstrating incompatibility between the family members statements and the observations performed. In addition, exclusive social aspects were evidenced with some of the students observed. The teacher s statements identified that they do not have experience with disabled children and that there is a need for support in the classroom to meet the special educational needs of these children. The final product of the research led us to some suggestions: Access to the diagnosis of children with disabilities; Reduction of number of students in the classroom; To keep walker beside the children who have it; Insert teachers / educators in the classroom in order to meet the special educational needs of children with disabilities; Availability of specific and differentiated materials for each student included; Encourage and offer updated training courses for teachers; Communication between professionals / educators, for example, the professionals of Specialized Educational Service (A.E.E) should inform the teachers about the materials used and the work that is being developed with the disabled child so that there is continuity of them in the classroom; Communication between professionals of APAE and the educators/ teachers / psychopedagogue of the school that the child attends, To integrate the work developed in each of these locations and monitor the development of the child with disability; Placing students with disabilities in the middle of the classroom, and not isolated, as in the extreme rows, enabling, this way, greater interaction with peers; Give priority to those who wear glasses and have visual problems to sit in the first chair of the row; The teachers should allow greater socialization of children in the classroom; Better accessibility in the schools.
Palavras-chave: inclusão social;  professores;  família;  deficiências múltiplas;  educação especial;  social inclusion;  teachers;  family;  multiple disabilities;  special education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1610
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13300
Data de defesa: 29-Jul-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1610/1/Andreza%20Batista%20Jones.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.