Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13296
Tipo do documento: Dissertação
Título: Teste de memória de trabalho em crianças de 3 a 6 anos de idade
Autor: Morais, Adriana Cristina de
Primeiro orientador: Brunoni, Décio
Primeiro membro da banca: Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Segundo membro da banca: Lukásová, Katerina
Resumo: Pré-escolares constituem uma faixa populacional que merece atenção devido às características da maturação biológica, bem como pelo impacto deste período nas fases posteriores do desenvolvimento. Nesta fase, muitas habilidades cognitivas se desenvolvem de maneira acelerada, entre elas, a memória, sendo esta importante para o desenvolvimento. A avaliação da memória é importante para identificar possíveis dificuldades nessa habilidade, desta forma poderemos propor atividades de intervenção que, se formadas durante o desenvolvimento podem ser reforçadas ou enfraquecidas, assim, tanto o aprendizado quanto o desenvolvimento podem envolver alterações que irá resultar em mudanças nas funções cognitivas. Neste sentido, a avaliação da memória de trabalho durante a fase pré-escolar é relevante, pois tem sido considerada como um bom preditor do sucesso escolar, auxilia na compreensão, organização e reorganização das informações recebidas. O objetivo deste estudo foi avaliar a memória de trabalho entre crianças com desenvolvimento típico de 3 a 6 anos de idade. Para tanto foram avaliadas individualmente 235 crianças de ambos os sexos, de escolas públicas e privadas, com idade entre 3 a 6 anos (M = 4,5; DP= 1,12). Análises mostram que não houve diferenças significativas em relação a gênero. Análises por comparação de grupo escola Particular e escola Pública mostrou que as crianças de escola Particular obtêm melhor desempenho nas provas do TMT, no entanto análise de Box Plot apontou que independentemente do tipo de escola a memória de trabalho tem uma progressão. Análises dos resultados indicam correlações significativas entre todos os subtestes do TMT, bem como de cada um dos subtestes com a pontuação total. A fim de verificar a fidedignidade do instrumento, foram conduzidas análises de consistência interna através do coeficiente Alfa, o resultado foi de 0,84 revelando boa adequação do instrumento. Evidências de validade por mudança desenvolvimental foram constatadas, revelando uma tendência ao aumento do desempenho TMT com o aumento da idade das crianças. Portanto, obtêm-se indícios de que a habilidade avaliada pelo TMT aumenta com a progressão das faixas etárias. Análises apontaram que as crianças com 3 anos de idade acertaram menos do que todas as demais. Além disso, crianças de 6 anos acertaram mais do que todas as demais. Este trabalho pode contribuir para disponibilização de instrumento para avaliar a memória de trabalho em crianças pré-escolares.
Abstract: Pre-school children constitute a population group that deserves attention due to the characteristics of biological maturation as well as the impact of this period in the later stages of development. At this stage, many cognitive skills develop at an accelerated rate, among them the memory. The assessment of memory is important to identify potential learning difficulties and intervention activities. In this sense, the evaluation of working memory during the pre-school education is relevant, it has been considered a good predictor of academy success and helps in understanding, organizing and reorganizing the information received. The objective of this project is to assess working memory between typical children 3-6 years of age. For both have been individually assessed 235 children of both sexes in public and private schools, aged between 3 and 6 years(M = 4,5 ; DP= 1,12). Analyzes show no significant differences in relation to gender. Analyzes compared group Private School and Public School showed that private school kids get better performance on tests of TMT, however Box Plot analysis showed that regardless of the type of school working memory has a progression. Analysis of the results indicated significant correlations between all subtests of TMT as well as each of the subtests with the total score. In order to verify the reliability of the instrument analyzes were conducted using internal consistency coefficient alpha, the result was 0.84 showing good suitability of the instrument. Validity evidence for developmental change were found, revealing a trend of increasing TMT performance with increasing age of the children. Therefore, we obtain evidence that the skill assessed by TMT increases with the progression of age. Analyzes showed that children under 3 years of age hit less than all the others. In addition, children 6 years scored higher than all the others. This work may contribute to the provision of an instrument to assess working memory in preschool children.
Palavras-chave: memória de trabalho;  pré-escolares;  avaliação psicológica;  psicometria;  working memory;  preschoolers;  psychological assessment;  psychometrics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1606
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13296
Data de defesa: 5-Ago-2013
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1606/1/Adriana%20Cristina%20de%20Morais.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.