Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13285
Tipo do documento: Dissertação
Título: Adaptação da versão brasileira do inventário de comportamentos autísticos para o português de Angola
Autor: Filipe, Beatriz Tomas da Cruz
Primeiro orientador: Brunoni, Décio
Primeiro membro da banca: Teixeira, Maria Cristina Triguero Veloz
Segundo membro da banca: Arita, Fernando Norio
Resumo: Introdução: O autismo é um distúrbio do desenvolvimento com designação genérica de Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD), de acordo com os critérios da Associação Americana de Psiquiatria (DSM-IV). As causas são múltiplas, o que motiva a investigação em diversas áreas do conhecimento. O transtorno tem em sua origem uma patogênese neurobiológica com causas ambientais, genéticas ou com a integração de ambas. As manifestações são anormalidades qualitativas e quantitativas que afetam as áreas da interação social, comunicacional e comportamental. A literatura atual tende a designá-las como Transtornos do Espectro do Autismo (TEA). No Brasil existem 4 escalas de triagem para TGD traduzidas e validadas, enquanto que em Angola tais instrumentos inexistem. Objetivos: Realizar a adaptação cultural do Inventário de Comportamentos Autísticos (ICA) de Marteleto e Pedremônico (2005) para a população de Angola; avaliar a aplicabilidade da escala adaptada em alunos com necessidades educacionais especiais em Angola; estimar a frequência da sintomalogia dos comportamentos autísticos segundo algumas variáveis biológicas e sociodemográficas nesses alunos. Métodos: A adaptação transcultural levou em consideração a avaliação de equivalência conceitual, a semântica e a operacionalidade em relação ao contexto cultural e estilo de vida da população alvo da pesquisa. Resultados e conclusão: a adaptação cultural do ICA-BR para o ICA-Angola foi facilmente realizada com alta taxa de equivalência geral no pré-teste, de 80%; a aplicação da escala ICA-Angola na população alvo revelou-se factível com possibilidade de treinamento de outros profissionais; os alunos com deficiência intelectual investigados revelaram altas pontuações no ICA-Angola; será necessária a ampliação da amostra e a confirmação do diagnóstico de Transtornos do Espectro do Autismo para melhor avaliação dos resultados.
Abstract: Introduction: Autism is a development disorder with generic designation of Pervasive Developmental Disorders (PDD) according to the criteria of the American Psychiatric Association (DSM-IV). The causes are multiple, which motivates the research in various fields of knowledge. The disorder has its origin in a neurobiological pathogenesis with environmental and genetic causes, or the integration of both. The manifestations are qualitative and quantitative abnormalities that affect the areas of social interaction, communication and behavior. The current literature tends to designate them as Autism Spectrum Disorders (ASD). Among the subjects with intellectual disabilities (ID) the reports on the prevalence of ASD are unclear, ranging from 3 to 50%. This heterogeneity shows the need to determine the possible prevalence in each sample. This determination has practical implications in the care and management of these individuals. Objectives: Adapt the cultural inventory of autistic behavior (ICA) created by Marteleto e Pedremônico (2005) to the population of Angola; evaluate the applicability of the scale for students with special educational needs in Angola; estimate the frequency of symptoms of the autistic behavior by some biological and socio-demographic variables in these students. Methods: The cross-cultural and conceptual adaptation of the ICA, the operational semantics and in relation to the cultural context and lifestyle of the target population of the survey. Results and conclusion: The cultural adaptation of the ICA-BR to the ICA-Angola was easily accomplished with a high rate of general equivalence in the prestest, around 80%; the ICA-Angola applied in the target population proved to be feasible with the training of other professionals in the field; the intellectual disabled students in the sample showed high scores in ICA-Angola; it will be necessary to expand the sample and the confirmation of the diagnosis of the Autism Spectrum Disorders to better evaluate the results took into consideration the evaluation of students with disabilities.
Palavras-chave: autismo;  transtornos globais do desenvolvimento;  deficiência intelectual;  manifestações comportamentais;  triagem;  autism;  pervasive developmental disorder;  intellectual deficiency;  behavior manifestations;  screening
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Psicologia
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: FILIPE, Beatriz Tomas da Cruz. Adaptação da versão brasileira do inventário de comportamentos autísticos para o português de Angola. 2012. 61 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/1594
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/13285
Data de defesa: 27-Ago-2012
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1594/1/Beatriz%20Tomas%20da%20Cruz%20Filipe.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.